Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Boxe brasileiro fecha equipe olímpica com sete atletas

Por AE

Rio – O boxe brasileiro terá uma participação recorde na Olimpíada de Londres, com sete atletas classificados – até então, o máximo tinha sido seis pugilistas em Pequim/2008. A última vaga foi conquistada na noite desta sexta-feira, durante a disputa do Pré-Olímpico das Américas, no Rio. E veio com Julião Neto, que passou para a final da categoria até 52kg e carimbou o passaporte.

Antes de Julião Neto, outros três pugilistas brasileiros já tinham assegurado vaga no Pré-Olímpico do Rio: Myke Carvalho (até 69kg), Yamaguchi Florentino (até 81kg) e Robenilson Jesus (até 56kg). Os demais classificados do Brasil para Londres saíram do Mundial de Boxe, no ano passado, no Azerbaijão: Esquiva Falcão (até 75kg), Everton Lopes (até 64kg) e Róbson Conceição (até 60kg).

No Pré-Olímpico, Julião Neto venceu três lutas para chegar à vaga olímpica. Na estreia, derrotou o colombiano Johan Vargas por 17 a 8. Depois, bateu o venezuelano Yefferson Perez por 17 a 9. E na semifinal desta sexta-feira, ele superou o também venezuelano Jose Meza por 14 a 10. Agora, já garantido em Londres, o brasileiro faz a final da categoria com o porto-riquenho Jeyvier Cintron.

A única medalha olímpica do boxe brasileiro foi conquistada por Servílio de Oliveira, que foi bronze nos Jogos da Cidade do México, em 1968. Mas o Brasil espera acabar com esse jejum agora em Londres, quando terá uma participação recorde e um campeão mundial na equipe – Everton Lopes conquistou o título da categoria superleve (até 64kg) no campeonato do ano passado, no Azerbaijão.