Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Botafogo-SP bate Oeste e deixa a zona de rebaixamento

Por AE

Itápolis – O Botafogo de Ribeirão Preto conseguiu uma importante vitória na sua luta contra o rebaixamento, na noite deste domingo, ao vencer o Oeste por 3 a 2, em Itápolis, no fechamento da 12.ª rodada do Campeonato Paulista. Os dois times agora têm nove pontos, mas o Botafogo, 16.º colocado, deixou a zona de descenso porque tem três vitórias, contra uma do Oeste, o 17.º.

O jogo começou em ritmo lento, mesmo porque os dois times priorizaram o sistema de marcação. Sem espaço no ataque, as finalizações aconteceram somente de longa distância. Depois de um chutão, o time visitante abriu o placar. Kaíque desviou de cabeça e a bola ficou para Edson, nas costas da defesa. Ele invadiu a área e deslocou o goleiro Juninho, aos 36 minutos.

A reação do Oeste, porém, foi rápida. Dois minutos depois, Mazinho recebeu a bola no lado direito do ataque, entrou em diagonal e bateu cruzado. A bola ainda tocou na trave antes de entrar.

No segundo tempo, o Oeste voltou com o atacante Roger na vaga do lateral Neno. O objetivo era ganhar força no ataque. Mas quem voltou a comandar o placar foi o Botafogo. Após bate-rebate, Álvaro lançou Edson na grande área. Ele fez o giro e bateu cruzado, aos 11 minutos.

O Oeste tentou reagir no desespero e, num contra-ataque, sofreu o terceiro gol, aos 43 minutos, quando Clebinho acertou um sem pulo de fora da área. Aos 45 minutos, Serginho arriscou o chute de longe e acertou o ângulo de Juninho, diminuindo o placar. Mas não dava mais tempo para buscar, pelo menos, o empate.

No próximo final de semana, os dois times voltam a campo pela 13.ª rodada. O Oeste, sábado, vai sair diante do Catanduvense, noutro duelo que vale seis pontos na luta contra o descenso. Domingo, o Botafogo recebe o Palmeiras.

FICHA TÉCNICA:

OESTE 2 X 3 BOTAFOGO

OESTE – Juninho; Neno (Roger), Adriano, Éder Lima e Fernandinho; Gualberto, Romário (Tadeu), Vanderson (Assisinho) e Mazinho; Serginho e Marcinho. Técnico – Roberto Cavalo.

BOTAFOGO – Juninho; Alessandro, Reniê, Henrique e Murilo Ceará; Glauber, Tiago Ulisses, João Paulo (Álvaro) e Israel (Everton); Edson e Kaique (Clebinho). Técnico – Vágner Benazzi.

GOLS – Edson, aos 36, e Mazinho, aos 38 minutos do primeiro tempo; Edson, aos 11, Clebinho, aos 43, e Serginho, aos 45 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Philippe Lombard.

CARTÃO AMARELO – Henrique, Alessandro, Tiago Ulisses, Álvaro, Kaique e Romário.

RENDA – R$ 9.765,00.

PÚBLICO – 1.108 pagantes.

LOCAL – Estádio dos Amaros, em Itápolis.