Botafogo minimiza classificação em primeiro lugar na Taça Rio

O Botafogo garantiu matematicamente a vaga nas semifinais da Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca, e agora resta saber se vai terminar o Grupo A na primeira ou na segunda posição. O Flamengo lidera a chave com 18 pontos, um a mais do que o Glorioso. Essa disputa, porém, parece ser algo que ficará em segundo plano em General Severiano, já que não oferece nenhuma vantagem na etapa seguinte da competição.

Atualmente ser segundo colocado no Grupo A pode até representar evitar um clássico nas semifinais, pois o Bangu lidera o Grupo B e hoje enfrentaria os botafoguenses na próxima etapa, enquanto o Flamengo teria a missão de duelar com o Vasco. Porém, o fato vem sendo minimizada pelos alvinegros. O time enfrenta o Boavista no próximo domingo, às 16 horas (de Brasília), em São Januário.

‘Nosso pensamento é o de terminar essa fase de classificação com uma vitória sobre o Boavista e depois pensar no que pode acontecer nas semifinais. Independentemente de quem cruzar o nosso caminho teremos dificuldades’, disse o atacante Herrera.

A possibilidade de enfrentar o Bangu nas semifinais, fugindo de um clássico contra Vasco ou Fluminense também não parece deixar os botafoguenses muito animados. Pelo menos no discurso.

‘O Bangu tem jogadores de qualidade, vem fazendo uma grande campanha na Taça Rio e será um adversário muito complicado de ser batido caso consiga a classificação para as semifinais. Não vamos nos iludir esperando facilidades. Contra o Bangu será complicado, assim como também vai ser difícil se tivermos que encontrar o Vasco ou o Fluminense’, disse o volante Marcelo Mattos.

O Botafogo realmente não teve vida fácil contra o Bangu nesta Taça Rio. As duas equipes se enfrentaram pela terceira rodada, em Moça Bonita, e empataram por 1 a 1. Naquela ocasião Cidinho abriu o placar e Almir, revelado nas categorias de base do Glorioso, empatou para os banguenses, que tiveram inclusive algumas boas oportunidades para ganhar o confronto.

Em relação ao time que vai a campo, o técnico Oswaldo de Oliveira deverá preservar alguns titulares. O zagueiro Antônio Carlos, o lateral esquerdo Márcio Azevedo e o atacante Herrera, todos pendurados com dois cartões amarelos serão poupados para não correrem risco de suspensão na semifinal. Outro que não joga é o volante Marcelo Mattos, que vai cumprir suspensão por conta do terceiro cartão amarelo recebido na vitória sobre o Friburguense.

O lateral direito Lucas, o zagueiro Fábio Ferreira e o volante Renato, todos apresentando um desgaste físico grande, também podem ficar de fora. Ainda mais que na quarta-feira da próxima semana tem jogo contra o Guarani-SP pela Copa do Brasil.

Dessa maneira, contra o Boavista, são grandes as chances de Oswaldo de Oliveira dar oportunidade a jovens da base que não estão sendo escalados. Casos dos laterais Gabriel e Renan Lemos e do zagueiro Matheus, que deverá compor o setor com Brinner. O volante Lucas Zen também tem presença assegurada, assim como o meia Felipe Menezes.

Nesta terça-feira treinaram apenas os jogadores que não participaram do jogo contra o Friburguense. Com o grupo completo, o elenco se reapresenta nesta quarta-feira pela manhã para um dia de trabalho em tempo integral.