Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Botafogo e Atlético-PR brigam para seguir na Libertadores

Os dois brasileiros na etapa preliminar precisam de vitória na noite desta quarta

Os dois times brasileiros na etapa preliminar da Copa Libertadores precisam de vitória nesta quarta-feira para continuar na competição e alcançar a fase de grupos. Botafogo e Atlético-PR foram derrotados nas partidas de ida e prometem lutar muito para não amargar o vexame de não participar nem sequer da segunda etapa do torneio continental. O único brasileiro eliminado na fase que ficou conhecida como “Pré-Libertadores” foi o Corinthians, derrotado pelo Tolima, da Colômbia, em 2011. Os outros clubes do país já garantidos na competição deste ano são Atlético-MG (atual campeão), Cruzeiro, Grêmio e Flamengo. Na noite de terça, duas equipes tradicionais garantiram suas vagas. O Nacional, do Uruguai, eliminou o Oriente Petrolero, da Bolívia, e agora vai entrar no grupo do Grêmio. O Independiente Santa Fé, da Colômbia, despachou o Morelia, do México, e será rival do Atlético-MG.

Leia também:

Botafogo e Atlético-PR são derrotados na Pré-Libertadores

Grêmio cai no ‘grupo da morte’ da Libertadores; veja tabela

O Botafogo faz uma de suas partidas mais importantes dos últimos anos contra o Deportivo Quito, do Equador, que derrotou a equipe carioca na ida por 1 a 0. Na volta, às 22 horas (de Brasília), no Maracanã, o Botafogo precisa vencer por dois ou mais gols de diferença durante os 90 minutos. Se vencer por só 1 a 0, a decisão será nos pênaltis. Qualquer outro resultado dá a vaga aos equatorianos. Por isso, o Botafogo promete entrar em campo com uma escalação mais ofensiva. Nos últimos treinos, o técnico Eduardo Hungaro tirou o volante Rodrigo Souto do time titular e testou Wallyson e Daniel. “Temos condições de reverter”, aposta o meia Jorge Wagner. Até a manhã de terça, 28.000 ingressos já tinham sido vendidos para o jogo. Se avançar, o Botafogo entrará no Grupo 2, com Unión Española, do Chile, San Lorenzo, da Argentina, e Independente del Valle, do Equador.

Acompanhe VEJA Esporte no Facebook

Siga VEJA Esporte no Twitter

Ainda sem vencer em 2014, o Atlético-PR encara o Sporting Cristal, do Peru, também às 22 horas, na Vila Capanema, jogando todas as suas fichas para salvar o primeiro semestre e chegar à fase de grupos. No jogo de ida, em Lima, deu Sporting Cristal, 2 a 1. Em sua segunda partida no cargo, o técnico espanhol Miguel Ángel Portugal já sofre com a pressão de não ser eliminado da competição que o clube decidiu priorizar nesta temporada. Por isso, a postura do time será muito mais agressiva. Uma possível mudança na escalação é a entrada do meia espanhol Frán Mérida, que entrou apenas no segundo tempo do jogo de ida. Autor do gol atleticano no primeiro jogo, o meia Ederson quer a equipe se movimentando com inteligência, impedindo o adversário de truncar a partida. “Vamos procurar nos movimentar bastante.” Se passar, o Atlético enfrentará Vélez, da Argentina, Universitario, do Peru, e The Strongest, da Bolívia, no Grupo 1.

(Com Estadão Conteúdo e agências Gazeta Press e France-Presse)