Barcelona apoia Messi: ‘Não tem responsabilidade penal’

Horas depois da condenação a 21 anos de prisão, clube catalão emitiu um comunicado defendendo o craque e seu pai das acusações de fraude fiscal

O Barcelona saiu em defesa de Lionel Messi, horas depois de a Justiça espanhola anunciar a pena de 21 meses de detenção ao craque e a seu pai e agente Jorge, por delitos fiscais, nesta quarta-feira. O clube catalão afirma que Messi já teve sua situação regularizada com a Justiça e não tem responsabilidade penal.

De acordo com a lei espanhola, Lionel e Jorge Messi devem escapar da prisão com o pagamento de multas. Os dois são acusados de fraudar o fisco espanhol em 4,16 milhões de euros (cerca de 17 milhões de reais), referentes a direitos de imagens recebidos entre 2007 e 2009.

Leia também:

Messi vai ao tribunal e diz que “não tinha ideia de esquema de fraude”

Despreocupado, Messi posta mensagem enigmática após ameaça de prisão

#NoTeVayasLio: argentinos imploram por permanência de Messi

Os Messi são acusados de terem utilizado empresas no Reino Unido, na Suíça, em Belize e no Uruguai para evitar o pagamento de impostos. Em seu último depoimento, o jogador alegou que “apenas assinava os contratos” e não tinha conhecimento de nenhuma irregularidade. Segundo a defesa da família, uma empresa de advocacia foi responsável pelas infrações.

“A única coisa que sabia é que assinávamos acordos com determinados patrocinadores, por uma quantidade determinada de dinheiro e eu tinha de fazer anúncios, fotos e coisas do tipo, mas sobre o dinheiro e para onde ia eu não sabia nada”, declarou Messi no tribunal.

De acordo com o jogador, o conjunto de empresas foi elaborado por um escritório de advocacia de Barcelona que prestava assessoria à família na área fiscal e que mantinha contato apenas com seu pai. “Eu confiava nele e os advogados nos diziam que fizéssemos desta maneira”, disse o jogador de 29 anos.

Na ocasião, a promotoria aceitou a versão do jogador e retirou a acusação contra Messi antes mesmo do julgamento. No entanto, nesta quarta-feira, a Advocacia do Estado, que representa a Fazenda, optou pela condenação de Messi e de seu pai.

No processo, obtido pelo jornal catalão El Periódico (clique para ler, na íntegra), o juiz considerou que Messi cometeu crime ao ignorar as evidências de sonegação e afirmou que “sua conduta não pode passar impune para não mandar aos cidadãos a mensagem de que é preferível inibir-se a preocupar-se com os assuntos fiscais”.

Abaixo, o comunicado divulgado pelo Barcelona:

O FC Barcelona expressa todo seu apoio a Leo Messi e a seu pai em relação à condenação por fraude fiscal anunciada contra ambos na Audiência Provincial de Barcelona, em sentença conhecida hoje.

O clube, em concordância com o critério expressado pelo Ministério Fiscal, considera que o jogador, que já regularizou sua situação com a Agência Tributária espanhola, não tem nenhum tipo de responsabilidade penal em relação aos fatos e objetos deste procedimento.

O FC Barcelona segue à disposição de Leo Messi e sua família para apoiar-lhes em todas aquelas iniciativas que decida empreender em defesa de sua honra e de seus legítimos interesses.

(da redação)

O Barcelona saiu em defesa de Lionel Messi, horas depois de a Justiça espanhola anunciar a pena de 21 meses de detenção ao craque e a seu pai e agente Jorge, por delitos fiscais, nesta quarta-feira. O clube catalão afirma que Messi já teve sua situação regularizada com a Justiça e não tem responsabilidade penal.