Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

As seleções da Copa das Confederações na Rússia

Anfitriã Rússia, Alemanha, Portugal, Chile, México, Camarões, Austrália e Nova Zelândia disputarão o título da "esvaziada" edição de 2017

A Copa das Confederações de 2017 na Rússia está longe de ser a melhor edição que a Fifa já organizou. Além de problemas de estrutura (como no Brasil, várias obras estão atrasadas), o torneio “deu azar”. Seleções menos tradicionais, como Portugal e Chile, conquistaram os títulos continentais e agora buscarão a taça da Copa das Confederações pela primeira vez. A campeã mundial Alemanha também “esvaziou” de certa forma o campeonato ao dar descanso a seus principais atletas e mandar a campo uma seleção de jovens que sonham em estar no Mundial em 2018.

O troféu é inédito até mesmo para a tetracampeã mundial Alemanha. Dentre os oito participantes, apenas o México já venceu a Copa das Confederações, em 1999, quando bateu o Brasil no Estádio Azteca. Camarões, Austrália, Nova Zelândia e a anfitriã Rússia completam o torneio, que é dividido em dois grupos de quatro times. Os dois melhores de cada chave se classificam à semifinal (o 1º do Grupo A enfrenta o 2º do B, e vice-versa).

Em comparação à última edição no Brasil (que teve, além do país anfitrião, Itália, Espanha e Uruguai), a Copa das Confederações de 2017 tem poucos atrativos. Mas contará, ao menos, com o talento do melhor jogador do mundo, Cristiano Ronaldo, além de outros grandes candidatos a craque do torneio. Confira, abaixo, a lista de convocados dos oito participantes.

Grupo A:

Rússia 

A equipe anfitriã, apenas a 63º colocada do ranking da Fifa, conta apenas com atletas de clubes locais e já se contentaria em avançar às semifinais. Seu jogador mais conhecido é o goleiro Igor Akinfeev, do CSKA.

Goleiros: Igor Akinfeev (CSKA), Vladimir Gabulov (Arsenal Tula) e Guilherme Marinato (Lokomotiv)
Defensores: Viktor Vasin (CSKA), Georgi Dzhikiya (Spartak),  Fyodor Kudryashov (Rostov), Ilya Kutepov (Spartak), Roman  Shishkin (Krasnodar), Igor Smolnikov (Zenit) Yury Gazinsky (Krasnodar), Dmitri Kombarov (Spartak), Yuri Zhirkov (Zenit), Dmitri Kombarov (Spartak)
Meio-campistas: Ruslan Kambolov (Rubin Kazan), Yury Gazinsky (Krasnodar), Gazinskaya, Denis Glushakov (Spartak), Aleksandr Golovin (CSKA), Aleksandr Yerokhin (Rostov), Dmitri Tarasov (Lokomotiv), Aleksei Miranchuk (Lokomotiv), Aleksandr Samedov (Spartak)
Atacantes: Aleksandr Bukharov (Rostov), Maksim Kanunnikov (Rubin Kazan), Dmitri Poloz (Rostov) e Fyodor Smolov (Krasnodar)

Seleção russa disputa Copa das Confederações 2017 - Rússia

Foto: (Artyom Korotayev/Getty Images)

México

A ausência de potências no torneio e a qualidade de seus atacantes Chicharito Hernández, Oribe Peralta e Carlos Vela permite ao time dirigido pelo colombiano Juan Carlos Osorio, ex-treinador do São Paulo, sonhar com o bicampeonato da Copa das Confederações. O México, campeão da Concacaf, é o 17º colocado do ranking da Fifa.

Goleiros: Rodolfo Cota (Chivas Guadalajara), Guillermo Ochoa (Granada) e Alfredo Talavera (Toluca)
Defensores: Oswaldo Alanis (Chivas Guadalajara), Nestor Araujo (Santos Laguna), Rafael Márquez (Atlas), Héctor Moreno (PSV), Diego Reyes (Espanyol), Luis Reyes (Atlas) Carlos Salcedo (Fiorentina), Miguel Layún (Porto)
Meio-campistas: Jonathan dos Santos (Villarreal), Andrés Guardado (PSV), Héctor Herrera (Porto), Giovani dos Santos (LA Galaxy), Marco Fabián (Eintracht Frankfurt), Javier Aquino (Tigres), Jürgen Damm (Tigres)
Atacantes: Javier Hernández (Bayer Leverkusen), Raúl Jiménez (Benfica), Hirving Lozano (Pachuca), Oribe Peralta (América do México) e Carlos Vela (Real Sociedad)

Seleção mexicana disputa Copa das Confederações 2017 - Rússia

Foto: (Chung Sung Jun/Getty Images)

Nova Zelândia

O campeão da Oceania é apenas o 95º colocado do ranking da Fifa e favorito à lanterna do Grupo A

Goleiros: Stefan Marinovic (Spielvereinigung Unterhaching), Tamati Williams (Auckland City), Glen Moss (Wellington Phoenix)
Defensores: Andrew Durante (Wellington Phoenix), Thomas Doyle (Wellington Phoenix),  Storm Roux (Central Coast Mariners), Michael Boxall (SuperSport United), Kip Colvey (San Jose Earthquakes), Themi Tzimopoulos (PAS Giannina), Deklan Wynne (Whitecaps FC), Sam Brotherton (Sunderland), Tommy Smith (Ipswich Town FC), Dane Ingham (Brisbane Roar FC)
Meio-campistas: Bill Tuiloma (Olympique de Marseille), Clayton Lewis (Auckland City FC), Michael McGlinchey (Wellington Phoenix), Ryan Thomas (PEC Zwolle)
Atacantes: Chris Wood (Leeds United), Monty Patterson (Ipswich Town), Shane Smeltz (Borneo FC) , Kosta Barbarouses (Wellington Phoenix), Marco Rojas (Melbourne Victory), Alex Rufer (Wellington Phoenix).

Seleção neozelandesa disputa Copa das Confederações 2017 - Rússia

Foto: (Joern Pollex/Getty Images)

Portugal

Além do astro Cristiano Ronaldo, Portugal conta com jogadores de destaque, como João Moutinho, Bernardo Silva e André Gomes. Nono colocado do ranking da Fifa, o campeão da Eurocopa deve brigar com o México pela liderança da chave.

Goleiros: Beto (Sporting), José Sá (Porto) e Rui Patrício (Sporting)
Defensores: Bruno Alves (Cagliari), Cédric (Southampton), Eliseu (Benfica), José Fonte (West Ham), Luís Neto (Zenit), Nélson Semedo (Benfica), Pepe (Real Madrid) e Raphael Guerreiro (Borussia Dortmund)
Meio-campistas: Adrien Silva (Sporting), André Gomes (Barcelona), Danilo Pereira (Porto), João Moutinho (Monaco), Pizzi (Benfica) e William Carvalho (Sporting)
Atacantes: André Silva (Porto), Bernardo Silva (Monaco), Cristiano Ronaldo (Real Madrid), Gelson Martins (Sporting), Nani (Valencia) e Ricardo Quaresma (Besiktas)

Seleção portuguesa disputa Copa das Confederações 2017 - Rússia

Foto: (Jason Cairnduff/Reuters/Reuters)

Grupo B:

Alemanha

A campeã mundial abriu mão de nomes como Thomas Müller, Mesut Özil, Manuel Neuer e Toni Kroos e testará jovens promessas, como Leroy Sané e Julian Brandt. O craque e líder do time, terceiro colocado do ranking da Fifa,  será Julian Draxler, do PSG.

Goleiros: Bernd Leno (Bayer Leverkusen), Marc-André ter Stegen (Barcelona) e Kevin Trapp (PSG).
Defensores: Matthias Ginter (Borussia Dortmund), Jonas Hector (Colônia), Benjamin Henrichs (Bayer Leverkusen), Joshua Kimmich (Bayern de Munique), Shkodran Mustafi (Arsenal), Marvin Plattenhardt (Hertha Berlim), Antonio Rüdiger (Roma) e Niklas Süle (Hoffenheim).
Meio-campistas: Julian Brandt (Bayer Leverkusen), Emre Can (Liverpool), Kerem Demirbay (Hoffenheim), Diego Demme (RB Leipzig), Julian Draxler (PSG), Leon Goretzka (Schalke), Sebastian Rudy (Hoffenheim), Leroy Sané (Manchester City), Lars Stindl (Borussia Mönchengladbach), Amin Younes (Ajax).
Atacantes: Sandro Wagner (Hoffenheim), Timo Werner (RB Leipzig)

Seleção alemã disputa Copa das Confederações 2017 - Rússia

Foto: (Michaela Rehle/Livepic/Reuters)

Chile

Campeão da Copa América em 2015 e 2016, o Chile chega à Rússia supermotivado a seguir fazendo história e subir ainda mais no ranking da Fifa (é o quarto colocado). Para isso, confia no talento de Alexis Sánchez e Arturo Vidal.

Goleiros: Claudio Bravo (Manchester City), Johnny Herrera (Universidad de Chile) e Cristopher Toselli (Universidad Católica)
Defensores: Maurício Isla (Cagliari), Enzo Roco (Cruz Azul), Eugenio Mena (Sport), Paulo Díaz (San Lorenzo), Gary Medel (Internazionale), Gonzalo Jara (Universidad de Chile), Jean Beausejour (Universidad de Chile)
Meio-campistas: Francisco Silva (Cruz Azul), Marcelo Díaz (Celta de Vigo), Charles Aránguiz (Bayer Leverkusen), Felipe Gutiérrez  (Internacional), Arturo Vidal (Bayern de Munique), Pablo Hernández (Celta de Vigo), José Pedro Fuenzalida (Universidad Católica)
Atacantes: Edson Puch (Necaxa), Alexis Sánchez (Arsenal), Eduardo Vargas (Tigres), Martín Rodríguez (Cruz Azul), Leonardo Valencia (Palestino), Ángelo Sagal (Huachipato).

Seleção chilena disputa Copa das Confederações 2017 - Rússia

Foto: (Jorge Saenz/AP)

Austrália

O país, que apesar de estar na Oceania disputa a Copa da Ásia (e venceu a edição de 2015), tem uma seleção fraca, como pôde ser comprovado na recente goleada da seleção brasileira. O destaque do time, 48º do ranking da Fifa,  segue sendo o atacante Tim Cahill, de 37 anos.

Goleiros: Matthew Ryan (Valencia), Mitchell Langerak (Stuttgart), Danny Vukovic (Sydney)
Defensores: Milos Degenek (Yokohama Marinos), Alex Gersbach (Rosenborg), Dylan McGowan (Paços de Ferreira), Bailey Wright (Bristol City), Aziz Behich (Bursaspor), Ryan McGowan (Guizhou Hengfeng Zhicheng), Trent Sainsbury (Queens Park Rangers)
Meio-campistas: Mark Milligan (Baniyas), Aaron Mooy (Manchester City), James Troisi (sem clube), James Jeggo (Sturm Graz), Ajdin Hrustic (Groningen), Massimo Luongo (Queens Park Rangers), Jackson Irvine (Burton Albion), Tom Rogic (Celtic)
Atacantes: Tim Cahill (Melbourne City), Mathew Leckie (Hertha BSC), Tomi Juric (Luzern), Robbie Kruse (sem clube), Jamie Maclaren (Darmstadt 98)

Seleção australiana disputa Copa das Confederações 2017 - Rússia

Foto: (Michael Dodge/Getty Images)

Camarões

O campeão africano e 32º colocado do ranking da Fifa não vive um de seus melhores momentos e já se contentaria em chegar à semifinal. O time não conta com nenhum atleta entre os grandes clubes da Europa.

Goleiros: Fabrice Ondoa (Sevilla), Jules Goda (Ajaccio), Georges Bokwe (Mjondalen) Andrew Onana (Ajax)
Defensores: Ernest Mabouka (MSK Zilina), Collins Fai (Standard Liège), Lucien Owona (Alcorcon), Michael Ngadeu (Slavia Prague), Adolphe Teikeu (Sochaux), Mohammed Djettei (Tarragona), Ambroise Oyongo (Impact Montreal), Jonathan Ngwem (Sambizanga), Jerome Guihoata (Panionios), Jean Louis Castelletto (Red Star)
Meio-campistas:  Frank Boya (1860 Munich), Sebastien Siani (Oostende), Arnaud Djoum (Hearts), Georges Mandjeck (Metz), Zambo Anguissa (Olympique de Marseille), Petrus Boumal (CSKA Sofia), Olivier Boumal (Panathinaikos), Christian Bassogog (Henan Jianye)
Atacantes:  Vincent Aboubakar (Besiktas), Benjamin Moukandjo (Lorient), Karl Toko (Angers), Jacques Zoua (Kaiserslautern), Robert Tambe Ndip (Spartak Trnava), Nicolas Ngamaleu (Rheindof), Jean Pierre Nsame (Servette), Edgard Salli (Nuremberg).

Seleção camaronesa disputa Copa das Confederações 2017 - Rússia

Foto: (Javier Soriano/AFP)