Árbitros de vídeo protagonizam vitória do Chile contra Camarões

Os auxiliares de arbitragem da tecnologia validaram e anularam um gol durante a partida

Na primeira rodada da Copa das Confederações, o Chile bateu neste domingo Camarões por 2 a 0 na Otkrytiye Arena, em Moscou, quebrando um jejum em jogos contra seleções africanas. Com a vitória, a seleção vencedora largou na frente do grupo B, em duelo que teve como protagonistas os árbitros auxiliares de vídeo, que chegaram a anular e validar gols durante a partida.

O primeiro gol foi feito pelo meia Arturo Vidal aos 36 minutos do segundo tempo, completando de cabeça um preciso cruzamento do atacante Alexis Sánchez. Nos acréscimos, o atacante Eduardo Vargas balançou as redes, mas a arbitragem anulou o lance, alegando impedimento do ex-jogador do Grêmio na origem da jogada. A equipe de revisão de vídeo, coordenada na partida pelo francês Clément Turpin, alertou o juiz esloveno Damir Skomina sobre o erro. Em seguida, o gol foi validado.

Antes, aos 45 minutos do primeiro tempo, o mesmo Vargas havia recebido na entrada da área e tocado na saída de Ondoa. Os auxiliares de vídeo checaram as imagens e avisaram que o lance era irregular, o que resultou na anulação do gol. Esta foi a primeira vez que os campeões da Copa América conseguiram superar uma representante africana em competições organizadas pela Fifa. Na Copa do Mundo de 1982, os chilenos foram derrotados pela Argélia por 3 a 2. Dezesseis anos depois, na edição do torneio disputada na França, empataram com os próprios camaroneses em 1 a 1.

Nesta segunda-feira, às 12h (de Brasília) no Estádio Olímpico Fisht, em Sochi, Austrália e Alemanha completarão a primeira rodada do grupo B da Copa das Confederações. Na próxima quinta-feira haverá novas partidas pela chave, com os camaroneses encarando os austrlianos no Estádio Krestovsky, em São Petersburgo, pouco antes de os chilenos se encontrarem com os atuais campeões mundiais na Kazan Arena.

(Com EFE)