Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Após punição, Suárez deixa o Brasil e volta ao Uruguai

Suárez está impedido de entrar nos estádios da Copa e não pode ir nem mesmo na concentração de sua seleção

Horas depois de ter sido punido pela Fifa, Luis Suárez já está a caminho do Uruguai. Quem confirmou a viagem foi o presidente da Federação Uruguaia de Futebol, Wilmar Valdez, claramente abalado pela situação envolvendo o principal jogador da sua seleção. “Suárez já viajou”, disse o dirigente, na tarde desta quinta-feira. “Ele vai ficar um tempo em Montevidéu para descansar”, completou.

Leia também:

Luis Suárez: o craque das reações intempestivas

Eliminação italiana tem mordida, protestos e demissão

“Mordida” do uruguaio Suárez ganha versões na internet

​Vídeo: Assista à mordida de Suárez

Suárez foi punido após ter dado uma mordida no zagueiro italiano Chiellini no clássico da última terça-feira, na Arena das Dunas, em Natal, quando o Uruguai venceu a Itália por 1 a 0 e garantiu sua vaga nas oitavas de final da Copa. Ele foi suspenso de nove jogos oficiais, banido de qualquer atividade relacionada ao futebol pelos próximos quatro meses, não podendo sequer entrar em estádios, o que interfere em seu trabalho no Liverpool, e ainda recebeu multa de 100 mil francos suíços (cerca de US$ 110 mil).

Por causa da punição, Suárez está impedido de entrar nos estádios da Copa e não pode ir nem mesmo na concentração do Uruguai. Ele teve, inclusive, a sua credencial confiscada pela Fifa, depois que a entidade anunciou a punição mais dura de sua história numa Copa do Mundo. Assim, o atacante resolveu ir embora do Brasil, já que não poderá estar perto dos companheiros para a partida de sábado, contra a Colômbia, no Maracanã.

O presidente da Federação Uruguaia de Futebol confirmou que vai recorrer da punição. Mas admitiu que não vê qualquer chance de reverter a decisão. “Foi injusto o que a Fifa fez”, declarou Wilmar Valdez.

(Com Estadão Conteúdo)