Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Após cobrar equipe, Zé Carlos é afastado pela diretoria do Criciúma

A diretoria do Criciúma tomou uma atitude radical nesta terça-feira: afastou o atacante Zé Carlos do elenco. O jogador, após a derrota para o Metropolitano no último domingo, cobrou publicamente a equipe, comportamento que irritou os dirigentes da equipe. Surpreso com a decisão, o jogador deixou o estádio Heriberto Hulse logo após a reunião.

‘Eu quero receber tudo o que eu tenho direito. Eu não pedi para sair, vou sair com a cabeça erguida, fiz o meu melhor pelo Criciúma, mas o diretor Pastana, que ainda não fez nada pelo Criciúma, pediu para que eu saia então eu vou seguir minha vida. Esse rapaz está maior que o clube então, vou continuar minha carreira’, disse ao ‘Portal Sul Notícias’.

Sobre as declarações feitas após o jogo, Zé Carlos avaliou que não foram ofensivas, já que foi uma cobrança geral, inclusive para ele mesmo.

‘Foi uma crítica para todos, inclusive para mim. Pedi mais concentração, mais garra. Aqui a gente não veste a camisa de um time qualquer. A gente veste a camisa de um time que tem história, de um time campeão da Copa do Brasil, um time respeitado. A cidade está marcada na minha vida e o clube também. Aqui nasceram os meus dois filhos e a cidade e o clube vão ficar para sempre no meu coração’, disse.

A diretoria tricolor também optou por afastar o goleiro Andrey da equipe, mas de acordo com nota publicada pelo clube, a intenção foi poupá-lo de críticas da torcida. ‘O Andrey estava se sentindo perseguido. Por isso tomamos essa decisão. Nossa intenção é preservar o atleta’, declarou o gerente de futebol Rodrigo Pastana.