Após ‘chapelar’ Adriano em treino, Wallace diz que foi lance de sorte

Uma jogada incomum marcou o treino coletivo do Corinthians na tarde desta quinta-feira, no CT Joaquim Grava: o zagueiro Wallace aplicou um chapéu no centroavante Adriano. Após a atividade, porém, o defensor diminuiu o lance.

‘Para falar a verdade, foi mais sorte’, disse, sorrindo. ‘Meu negócio não é esse. Meu forte é mais tirar a bola do adversário’, completou o defensor, que foi a campo apenas 11 vezes no Campeonato Brasileiro e teve 12 desarmes em 17 tentativas (média de 1,5 por jogo) até aqui.

No duelo de domingo, contra o América-MG, Wallace fará dupla – inédita na temporada – com Chicão. Ambos receberão nova oportunidade pois os titulares Paulo André (terceiro amarelo) e Leandro Castán (expulso) estão suspensos.

‘Os caras não vão entregar para a gente. Temos que entrar ligados, concentrados. Já vimos a dificuldade que foi contra o Avaí, e não vai ser diferente agora. Nós temos que estar muito mais conscientes, ligados. Mesmo praticamente rebaixado, o América vai querer ganhar’, projetou.

Líder com 58 pontos conquistados, o Corinthians visita o lanterna América-MG às 17 horas (de Brasília) de domingo, em Uberlândia, em duelo válido pela 33rodada da competição nacional.