Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Após agressão do goleiro Gustavo, Elivélton faz exames e não preocupa

Depois da terrível cena de agressão do goleiro Gustavo, do Sport, sobre o vascaíno Elivélton, durante uma partida da Taça BH de Futebol, realizada no município de Barão de Cocais, o medo de uma lesão na coluna do jogador atingido foi grande, mas nada passou de um susto.

O atleta realizou exames para verificar se havia alguma lesão na coluna cervical, o que poderia deixá-lo com membros paralisados e forçá-lo a parar de jogar futebol, mas foi detectada apenas uma lesão na coluna torácica, cuja gravidade não impediu que ele saísse caminhando do hospital local.

Nesta terça-feira, Elivélton será transferido para uma unidade hospitalar de Belo Horizonte, onde poderá fazer exames mais aprofundados para identificar se há alguma outra lesão que passou despercebida nos primeiros testes.

A confusão

A briga entre os jogadores teve início durante uma confusão no meio de campo, quando um jogador do Sport tentou apressar o atendimento médico a um atleta vascaíno e acabou sendo empurrado por outros jogadores. Após isso, o goleiro Gustavo saiu correndo de sua área e acertou uma voadora na nuca de Elivélton, que foi atendido em campo e levado ao hospital local para realizar exames médicos. A suspeita era de que o jogador tivesse sofrido um trauma na coluna cervical, entretanto, nenhuma lesão foi constatada ainda.