Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Antes de Neymar, Real Madrid tentou contratar Messi três vezes

Rádio espanhola revela que argentino jurou fidelidade ao Barcelona em todas as vezes que foi procurado pelo rival

Os principais jornais espanhóis especulam há várias semanas o interesse do Real Madrid em desembolsar uma fortuna para tirar Neymar do rival Barcelona. Segundo informações da rádio espanhola Cope, a ideia de “roubar” uma estrela do lado adversário parece não ser novidade em Madri: o Real tentou três vezes contratar o argentino Lionel Messi.

À rádio espanhola, o jornalista Joseba Larrañaga revelou que o Real Madrid tentou tirar Messi do Camp Nou em três ocasiões, nos anos de 2011, 2013 e 2014. A primeira abordagem ocorreu numa época em que o Manchester City ofereceu uma proposta milionária por Cristiano Ronaldo. O Real enviou um intermediário de confiança e ouviu a primeira negativa de Messi.

Leia também:

Cristiano Ronaldo custou mais que o declarado e é o jogador mais caro da história

Real Madrid se mantém como o clube mais rico do mundo; Barcelona encosta

Cristiano Ronaldo debocha de Daniel Alves – que responde com taças

Na segunda, em junho de 2013, um executivo do Real Madrid foi enviado a mando do presidente Florentino Pérez para tentar convencer o argentino, justamente na época em que o Barcelona apresentava o reforço de Neymar – que foi disputado pelos rivais espanhóis durante vários anos.

A última tentativa foi feita há pouco mais de um ano e, segundo a rádio, a resposta de Messi se manteve a mesma. “Obrigado pelo interesse, mas meu clube é o Barça. Não há dinheiro que compre minha felicidade em Barcelona”. O jornalista destaca ainda que apesar de Neymar negar o interesse em jogar no rival no momento, o brasileiro jamais fez juras de amor tão contundentes ao Barcelona.

O histórico de jogadores que trocaram de lado entre Barcelona e Real Madrid é relevante. O português Luís Figo é um dos casos mais controversos: trocou diretamente o Camp Nou pelo Santiago Bernabéu e é considerado um eterno traidor na Catalunha. O atual técnico do Barcelona, Luis Enrique, fez o caminho inverso como jogador na década de 90 e também é detestado em Madri. Entre os brasileiros, Ronaldo e Evaristo de Macedo são dois grandes nomes que brilharam pelas duas equipes.

(da redação)