Andrés ‘anuncia’ Romarinho no Tricolor e é chamado de são-paulino

Depois de assegurar que Dagoberto já está acertado com o Santos, Andrés Sanchez voltou a anunciar algo relativo ao São Paulo. O presidente do Corinthians afirmou nesta terça-feira que o Tricolor está contratando Romarinho, meia-atacante do Bragantino. Em resposta, dirigentes do Morumbi afirmaram que o cartola do Timão é são-paulino.

‘Agradecemos a esse grande diretor de marketing são-paulino que é o Andrés’, sorriu o vice-presidente do São Paulo, João Paulo de Jesus Lopes. ‘Ele é muito divertido, dá um sabor todo especial e tira informações não sei de onde. Mas polarizou a nossa rivalidade como a maior do futebol paulista e brasileiro. Isso é muito bom do ponto de vista financeiro’, celebrou o dirigente.

A nova tática de Andrés Sanchez contra o São Paulo ocorreu durante sua entrevista coleetiva nesta terça-feira, quando avisou que o rival contrataria alguém. Primeiramente, alegou não lembrar quem era, depois pegou seu celular dizendo que ligaria para quem tinha a informação e, mesmo sem ninguém atender ao telefonema, repentinamente lembrou de Romarinho antes de sair dando risada.

No Tricolor, o jogador que é um dos destaques do Bragantino na Série B nem é muito conhecido. ‘Não há nenhum interesse. Já o vi jogar e o considero razoável, mas daí a vir para o São Paulo é uma diferença sideral’, considerou Jesus Lopes. ‘Mas falar do São Paulo, como o Andrés faz, é sempre positivo’, divertiu-se o dirigente.

A disputa política entre Andrés Sanchez e dirigentes do São Paulo se acirrou na primeira fase do Campeonato Paulista de 2009, quando Juvenal Juvêncio, presidente do Tricolor, cedeu somente 10% dos ingressos a corintianos no clássico. Desde então, as trocas de gozações e provocações são constantes entre os clubes.