Almejando Seleção, Dagoberto volta a pedir valorização para renovar

Autor de 20 gols em 2011, o são-paulino Dagoberto acredita que tem chances de ser lembrado por Mano Menezes nas próximas convocações da Seleção Brasileira. No entanto, pode ser que o aguardado chamado aconteça quando o atleta estiver vestindo outra camisa. Ele tem contrato com o Tricolor até abril de 2012 e ainda não chegou a acordo para renovação.

‘Nós estamos conversando. Teve um contato entre as partes e sempre deixei bem claro que quero, acima de tudo, uma valorização. Eu tenho meus projetos pessoais e está muito bem fixado isso. Tenho contrato até 19 de abril e, se não chegar a um acordo, o São Paulo segue a vida dele, eu sigo a minha e tudo bem’, comentou.

Marcos Malaquias, procurador do camisa 25, foi ao CCT da Barra Funda no dia 22 de agosto para conversar sobre o assunto com a diretoria do São Paulo. Ele deixou o encontro se dizendo otimista quanto à aceitação de seu cliente quando tomasse conhecimento da proposta. Pelo discurso, porém, Dagoberto parece não estar satisfeito com os números apresentados.Sem a renovação, o jogador pode assinar um pré-contrato com qualquer outro clube em outubro deste ano. Com isso, o Tricolor não receberia nada quando ele saísse. O mesmo aconteceu, por exemplo, com o zagueiro Miranda, hoje no Atlético de Madri.

Dagoberto prefere não falar sobre propostas e procura manter o foco para dar sequência à boa fase que atravessa. De acordo com o jogador, a ausência na lista de convocados da Seleção Brasileira para o Superclássico das Américas, contra a Argentina, dia 14, em Córdoba, não vai interferir em seu rendimento.

‘Continuo com vontade, da mesma maneira. Não fico decepcionado, ao contrário. Fico feliz pelos jogadores que foram. Seleção é algo que todos almejam, um sonho de menino mesmo, mas estou tranquilo e feliz pelo meu momento. Cada um tem uma cabeça, respeito. Estou fazendo meu melhor aqui dentro, mas se vou ser convocado ou não, não depende muito de mim’, comentou ele, preterido por Neymar, Leandro Damião, Fred e Ronaldinho Gaúcho.