Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Alemanha pega algoz Itália na luta por vaga na final

Um dos mais importantes clássicos do futebol acontece nesta quinta-feira, às 15h45(de Brasília), pela semifinal da Eurocopa. Alemanha e Itália buscam a vaga na decisão no Estádio Nacional, em Varsóvia, na Polônia. Apesar de se tratar de dois gigantes do futebol, o retrospecto em jogos decisivos é completamente favorável aos italianos, que jamais perderam para os alemães em choques decisivos.

Ao todo, foram três partidas decisivas em Copas do Mundo. Na semifinal de 1970 os italianos ganharam por 4 a 3, em partida desgastante e decidida na prorrogação. Em 1982 o triunfo da Azzurra foi por 3 a 1 e na grande decisão do Mundial. Porém nada foi mais dolorido para os alemães do que a derrota por 2 a 0, dentro de casa, na semifinal de 2006.

O histórico entre as duas equipes foi tema de várias entrevistas ao longo da semana, porém com os dois lados minimizando a importância deste retrospecto e preferindo focar apenas no duelo desta quinta-feira.

‘Não vejo como esse histórico possa trazer algum benefício para a Itália na partida desta quinta-feira. Cada confronto tem a sua história e agora qualquer coisa pode acontecer, pois temos dois grandes times dentro de campo e com grande ambição. Acredito em um jogo equilibrado, que será decidido apenas pelas ações dentro de campo e não pelo que aconteceu no passado’, disse Cesare Prandelli, técnico da Itália.

Joachim Löw, comandante da Alemanha, fez questão de descartar qualquer clima de revanche por parte de sua equipe.

‘Não vamos entrar em campo pensando em vingar o que aconteceu no passado, pois nosso grupo é responsável apenas pelos seus resultados e não pelo que aconteceu em gerações anteriores. A torcida com certeza vai querer ver uma vitória sobre a Itália e a classificação para a final. Mas essa classificação, se confirmada, será comemorada independentemente de adversário’, disse Löw.

Em relação aos times que vão a campo algumas dúvidas. Na Alemanha, apenas a questão técnica ainda não foi responsável pela definição dos 11 titulares. Isso porque Löw tem dúvida em relação ao centroavante, com Mario Gomez e Miroslav Klose disputando posição. Na Itália a questão é médica, já que o volante Daniele De Rossi ainda sente uma lesão na coxa direita. Caso ele seja vetado, joga o brasileiro naturalizado italiano Thiago Motta.

Para chegar a esta semifinal a Alemanha eliminou a Grécia nas quartas de final com autoridade, fazendo 4 a 2. Já a Itália sofreu para superar a Inglaterra nos pênaltis, após empate sem gols no tempo normal e na prorrogação.

FICHA TÉCNICA

ALEMANHA X ITÁLIA

Local: Estádio Nacional, em Varsóvia (Polônia)

Data: 28 de junho de 2012 (Quinta-feira)

Horário: 15h45(de Brasília)

Árbitro: Stéphane Lannoy (França)

ALEMANHA: Manuel Neuer, Jérôme Boateng, Mats Hummels, Holger Badstuber e Philipp Lahm; Sami Khedira, Bastián Schweinsteiger, Thomas Muller e Mesut Özil; Lukas Podolski e Mario Gomez (Miroslav Klose)

Técnico: Joachim Löw

ITÁLIA: Gianluigi Buffon, Antonio Abate, Leonardo Bonucci, Giorgio Chielini e Federico Balzaretti; Daniele De Rossi (Thiago Motta), Andrea Pirlo, Claudio Marchisio e Riccardo Montolivo; Mario Balotelli e Antonio Cassano.

Técnico: Cesare Prandelli