Álbum oficial da Copa tem Robinho e Hernanes na seleção

Lançado em São Paulo, em duas versões, editora diz que pesquisa sobre jogadores foi feita baseada nas convocações de Felipão em 2013

A Panini lançou nesta segunda-feira, no Museu do Futebol, no Estádio do Pacaembu, o álbum da Copa do Mundo 2014. Segundo a editora, a tiragem inicial é de 8,5 milhões de livros ilustrados e as vendas começam na sexta-feira. O álbum terá dois modelos: uma versão mais simples, que custará 5,90 reais; e uma edição de capa dura, com páginas em papel de maior qualidade, já disponível em pré-venda, por 24,90 reais. Cada pacote com 5 figurinhas custará 1 real. Serão 640 figurinhas entre jogadores, estádios, seleções e símbolos para completar as 80 páginas do álbum. Na primeira quinzena de abril, 6,5 milhões de álbuns serão distribuídos gratuitamente em 5.500 escolas de 110 cidades do Brasil.

Acompanhe VEJA Esporte no Facebook

Siga VEJA Esporte no Twitter

Na edição deste ano, os colecionadores também poderão controlar quais cromos faltam no álbum por meio de um aplicativo gratuito. Os usuários também poderão marcar suas figurinhas repetidas e encontrar outros colecionadores para marcar trocas, e haverá um álbum on-line no site da Fifa.

Seleção – Ainda sem a convocação oficial da Copa, a editora apostou em alguns jogadores, como o atacante Robinho e o volante Hernanes, que já foram chamados por Felipão. “É muito difícil acertar todos os jogadores. Temos uma empresa que faz a observação de jogadores de futebol e a escalação é feita com bases técnicas do ano passado. Como o Brasil não disputou as eliminatórias, olhamos os atletas que tiveram performance boa. É um desafio grande, mas o índice de erros é baixo”, disse José Eduaro Severo Martins, da Panini.

(Com agência Gazeta Press)