Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ousado, Márcio Goiano é anunciado como técnico do ABC-RN

Campeão brasileiro da Série C em 2010, o ABC-RN entra na disputa da Segunda Divisão de 2012 com a única intenção de subir para a elite. De olho no objetivo, a equipe anunciou nesta quinta-feira a contratação do técnico Márcio Goiano, que substitui Leandro Campos e já inicia os trabalhos em Natal no final da tarde.

O goleiro Andrey, um dos reforços apresentados no dia anterior, já trabalhou com Goiano no Criciúma e definiu o novo treinador para a torcida abecedista: ‘Ele é um técnico ousado, que gosta de jogar para frente. Além disso, é muito amigo dos jogadores, é bom de grupo. Tem tudo para se dar bem aqui’.O ABC é o terceiro clube de Márcio Goiano na temporada 2012. Antes de chegar à capital potiguar, o ex-zagueiro de 42 anos iniciou o Campeonato Catarinense com o Criciúma, mas deixou a equipe para assumir o Red Bull Brasil, clube empresa da cidade de Campinas, em São Paulo. Decidido a fazer boa campanha na Série B do Brasileirão, aceitou o desafio de comandar o atual vice-campeão estadual.

‘Estou observando o ABC desde a derrota nas semifinais do segundo turno, quando perdeu para o América e também vi as finais, quando o clube ficou com o vice-campeonato. Mas tudo isso agora é passado. Tenho pouco tempo para trabalhar, mas a torcida pode ter certeza de que o ABC vai entrar forte na série B desde a estréia’, bradou Goiano, já pensando no próximo dia 18, quando enfrenta o Ipatinga na primeira rodada da Série B.

Goiano iniciou a carreira de técnico em 2010, quando assumiu o Figueirense e comandou o acesso da equipe para a Série A. Na temporada seguinte, não conseguiu salvar o Grêmio-SP da queda para a Série A2 do Paulistão, fracassou no São Caetano e também não teve rendimento positivo no Goiás e nem no Criciúma.

Para assumir o comando do ABC, Márcio Goiano superou a concorrência de Pintado, que também esteve nos planos, mas perdeu em ‘detalhes’. Na quarta-feira, em contato com a GE.Net, o vice-presidente de futebol do clube, Flávio Anselmo, havia adiantado que ‘outro nome’ interessava à equipe, não o de Pintado.