Carta ao leitor

Para onde vamos: Angelina Jolie, linda, poderosa e filantropa:
a mulher do futuro


Tendências: Como iremos comer, morar, trabalhar e nos vestir

Sexo: Desejo: de onde vem, do que é feito e como despertá-lo

Carreira: Saiba quais são as profissões de futuro

Saúde: Voz: como mantê-la jovem

Dieta: Três chefs dão receitas de como manter
a linha


Consumo: O que as mulheres levam em conta
na hora de comprar


Poder: Quem tem medo
de mulher?


Meio ambiente: 20 maneiras de ajudar o planeta

Fitness: Como ficar em forma mesmo detestando academia

Perfil: Kate Moss: o que ela veste, o mundo copia

Viagem: Guia para montar a mala perfeita

Arte: É moderno: pintura direto na parede

Arquitetura: O hotel-espetáculo de Frank Gehry

Beleza: Sephora: na gigante mundial de cosméticos, beleza em pílulas

Spa: Repórter passa três dias no sexto melhor spa do mundo

Luxo: Dez coisas para sonhar

   
 

Viagem
Guia para montar a mala perfeita

Itens imprescindíveis, gafes evitáveis e dicas
preciosas de quem foi para quem vai


MÔNICA SALGADO

Carlos Cubi

Roteiro definido, passagens compradas e guias de viagem devidamente devorados, é hora de arrumar as malas. Muita calma nessa hora. O resultado da empreitada pode tanto garantir o conforto da viagem como transformá-la em um pequeno pesadelo. Compras de emergência, impropriedades fashion e sofrimentos provocados pelo descompasso com a temperatura local são só alguns dos dissabores que uma mala malfeita pode proporcionar.

As possibilidades de erro aumentam consideravelmente quando o destino em questão é do tipo "pegadinha". Exemplos: roteiros com climas conflitantes (caso do pacote "resort-de-praia-para-relaxar" seguido de "capital-bacana-para-ficar-por-dentro-das-novidades"), viagens de navio (que exigem malas ultracompactas e dresscode específico) e estações de esqui (como manter o estilo debaixo de tanta neve?). As consultoras Costanza Pascolato, Gloria Kalil, Chris Francini, Claudia Matarazzo e Emanuela Carvalho ensinam aqui como fazer de sua mala uma aliada.

 

Destinos que alternam FRIO e CALOR

Obrigatórios


1. Trench coat leve
Para usar por cima de short/ bermuda + regata (no calor) ou sobre malha de lã + pashmina (no frio)

2. Cardigã
Fica ótimo sobre vestidos

3. Jeans
As mais jovens podem apostar no skinny, para usar com botas, no frio, ou sapatilhas, no calor

4. Short ou bermuda de alfaiataria
No calor, vão com regata básica; no frio, com malha de lã, meia-calça, bota e mantô


Luxuosos

1. Gola de pele
Esquenta que é uma beleza e é podre de chique

2. Pashmina estampada
Pode enfeitar a bolsa no calor e proteger o pescoço no frio

3. Óculos tamanho GG
Estilo retrô-chique, como pedem os mandamentos da moda

4. Broches
Embelezam lapelas de mantôs, lenços e malhas de lã


Proibidos

1. Roupas muito coloridas
Ou estampadas. São difíceis de combinar com as outras peças da mala. Prefira as neutras.

2. Muita maquiagem
Nada mais feio do que um make derretido sob o sol

3. Sapatos ótimos...
Mas que rendem um único look

4. Biquíni fio-dental
Se o roteiro incluir praias americanas ou européias. Nessas areias, o topless é liberado, mas pega mal usar tangas muito abusadas

 

Navio

Obrigatórios

1. Penhoar ou quimono de seda
Para eventuais noites de enjôo, com direito a visitas médicas ou de amigos

2. Vestido de jérsei
Quase não amarrota e rende várias produções (com jaquetas encurtadas e jeans, por exemplo)

3. Livros
É uma das melhores viagens para aproveitá-los

4. Pantalona
Com tops bordados ou túnicas, é opção para noites black-tie


Luxuosos

1. Leque
Para refrescar e fazer charme nas paradas em cidades calorentas

2. Binóculo
Para apreciar a vista e ver golfinhos

3. Lenços coloridos
Para usar no pescoço ou na cabeça, no melhor estilo jet setter

4. Jóias
Aproveite para usá-las (à noite) em segurança

 

Proibidos

1. Conjuntinho
Ternos e tailleurs devem ficar em casa, por uma razão óbvia: você está de férias!

2. Canga
Definitivamente, foi banida da moda

3. Peça de linho
Ou qualquer outro tecido que amasse facilmente, como algodão e seda

4. Meia-calça clara
Nada mais inadequado ao clima casual do navio

 

Estações de esqui

Obrigatórios

1. Minivestido de lã
Para ser usado nas discos, com meia opaca

2. Bloqueador solar
E protetor labial. O sol das montanhas refletido na neve queima e resseca que só

3. Malha de fleece
Aquece e não ocupa espaço.

4. Óculos de sol para neve
Os flocos refletem os raios UV e podem causar danos à córnea

 

Luxuosos

1. Casaco 7/8 de visom
Para um jantar especial (importante checar se o ambiente está à altura da produção, para não correr o risco de ficar over)

2. Chapéu masculino
Para sair à noite. O acessório vive momento de glória fashion, mas seu uso requer atitude

3. Luvas
De couro e forradas de pele

4. Suéteres de cashmere
De cores diversas. Finíssimos

 

Proibidos

1. Macacão impermeável
Já viveu dias de glamour. Hoje, é indicado só para crianças

2. Acessórios exagerados
Melhor ficar nos poucos e bons: brincos delicados e aliança

3. Salto alto e fino
Para evitar tombos memoráveis

4. Pijama sob a malha
O castigo vem nos ambientes com calefação: ou se passa calor ou se revela a gafe