Group 21 Copy 4 Created with Sketch.
Entretenimento

Em busca de Elvis Presley

Este especial é uma aula de como o pioneiro do rock’n’roll americano se tornou uma das principais lendas da música jovem norte-americana

Em abril de 2012, o repórter Sérgio Martins, a cinegrafista Raquel Hoshino e o fotógrafo Gilberto Tadday se embrenharam pelo sul dos Estados Unidos para desvendar as raízes musicais de Elvis Presley. Conheceram Tupelo, a cidade natal do Rei d Rock, e Memphis, local onde iniciou sua carreira musical. Passaram por Shreveport, berço do Louisiana Hayride, programa de rádio onde ele se consagrou como ídolo americano, e Nashville, localidade que o hostilizou – ele foi rejeitado pelo Grande Ole Opry, o maior show radiofônico do sul do país – e que posteriormente sediaria as gravações de seus principais discos. O passeio contou ainda com dois momentos tétricos: a visita a Graceland Too, templo dedicado a Elvis e construído por um sujeito de aparência soturna, e a encruzilhada do blues, onde o guitarrista Robert Johnson teria feito um pacto com o diabo para se tornar uma estrela da música. O especial apresenta um desfile de personagens curiosíssimos, como o Elvis Presley casamenteiro, Nick Spitzer, professor de Nova Orleans que tem um chumaço do cabelo de Elvis (e que teria propriedades afrodisíacas) e James Burton, último guitarrista do Rei do Rock. Num ano em que se lembram os 40 anos da partida do pioneiro do rock’n’roll americano, este especial é uma aula de como ele se tornou uma das principais lendas da música jovem norte-americana.

O violão, a bota e o chapéu postados na entrada da cidade antecipam o que o visitante irá encontrar ali. Nashville é a capital da música caipira dos Estados Unidos por causa de sua posição estratégica (fica no meio do caminho das principais cidades do sul do país) e abrigava o Grand Ole Opry, maior programa de rádio dedicado à country music. Mas à noite, a Broadway Street, ponto de ebulição das baladas locais, abriga desde música tradicional ao hard rock da década de 80.

O rico cenário musical de Nashville

A capital da música country reserva boas surpresas para os turistas que gostam de boa música.

Third Man Records – 623 7th Avenue South Nashville, TN 37203
Grimey’s – 1604 8th Ave. South, Nashville, TN 37203


Tour pelo Country Music Hall of Fame and Museum

Sérgio Martins faz uma visita ao museu da música country americana e entrevista dois dos curadores do local.

Country Music Hall of Fame and Museum – 222 Fifth Avenue South – Nashville, TN 37203 -(1-615) 416-2001


Third Man Records

Ben Blackwell, executivo da Third Man Records, conta quais são os cinco itens que os turistas devem comprar quando forem visitar o misto de loja e gravadora do roqueiro Jack White

Third Man Records – 623 7th Avenue South Nashville, TN 37203


Jeff Lewis, o Elvis casamenteiro

Sérgio Martins descobre uma capela em Nashville em que um sósia de Elvis Presley celebra os casamentos. O preço? Apenas 200 dólares e o Elvis sai de graça.

Rhinestone Wedding Chapel – 44 Music Square East – Nashville TN 37203 – (1-615) 881-3930


Tours no Sun Studio e no Studio B

Dois passeios imperdíveis: visitar o Studio B, da RCA, em Nashville, e o lendário Sun Studio, em Memphis, onde Elvis gravou seu primeiro compacto.

Studio B – RCA – 222 5th Avenue South – Nashville, TN 37203
Sun Studio 706 Union Avenue -Memphis, TN 38103 – (800) 441-6249


VEJA Recomenda: Rock de garagem de Nashville

Sérgio Martins visita uma das mais antigas lojas de discos de Nashville e fala sobre os novos talentos da cena roqueira da capital da música country.

Grimey’s – 1604 8th Ave. South, Nashville, TN 37203


1 Pergunta para John Rumble

Dr. John Rumble, especialista do Country Music Hall of Fame, fala sobre o primeiro disco de Elvis que ouviu.

222 Fifth Aveneue South – Nashville, TN 37203

Até o assassinato de Martin Luther King, em 1968, a cidade destoava do ambiente segregacionista do sul dos Estados Unidos. Havia uma integração entre instrumentistas brancos e negros que ajudaram a produzir a trilha sonora da juventude americana dos anos 50 e 60. A Sun Records gravou de Elvis Presley ao bluesman B.B. King e a Stax disputou com a Motown (de Detroit, cidade do estado americano de Michigan) a excelência no descobrimento e gravação de cantores do soul music – entre eles Otis Redding e Isaac Hayes.

Tour na Stax Records

Sérgio Martins faz um passeio pela antiga gravadora Stax, que hoje abriga uma escola e o museu da soul music americana, em Memphis.

Stax Records – Museum of American Soul Music – 926 E. McLemore Ave. – Memphis, TN 38106
The Four Way Restaurant – 998 Mississippi Boulevard, Memphis, TN 38126 – (1-901) 507-1519


As influências de Elvis na guitarra

Matt Ross-Spang, engenheiro de áudio do Sun Studio, dá uma aula de guitarra sobre os ritmos e artistas que influenciaram Elvis.

Sun Studio – 706 Union Avenue – Memphis, TN 38103 – (800) 441-6249

Ela foi moradia de muitos generais que lutaram pelo sul na Guerra Civil americana. Mas está ficando famosa por abrigar Graceland Too, santuário de cacarecos de propriedade de Paul McLeod, fã número 1 de Elvis Presley. A primeira visão que se tem dali é assustadora – parece a casa da família Adams.


Uma visita a Graceland Too

Conheça Paul McLeod, o maior colecionador do mundo de cacarecos do Elvis, que mais parece ter saído de um filme de terror.

Graceland Too! – 200 E. Gholson Ave. – Holly Springs, MS

Não há muito o que se fazer ali a não ser visitar a casa onde Elvis Presley nasceu e a igreja na qual ele aprendeu os primeiros cânticos religiosos. Mas seus habitantes têm orgulho de serem conterrâneos do rei do rock. Uma das guias, inclusive, fala que Elvis esteve ali poucos dias antes de morrer. A lojinha de souvenires vende uma intragável bala com os ingredientes prediletos do cantor: banana e pasta de milho.

A casa em que Elvis nasceu

Sérgio Martins visita a pequena casa de Tupelo, em que Elvis e sua família viveram até se mudarem para Memphis.

306 Elvis Presley Drive – Tupelo, MS 38804 – (1 – 662) 841-124 5

É o ponto de partida da rota do blues. A cidade é famosa por abrigar a encruzilhada onde Robert Johnson teria vendido sua alma ao diabo. Colada à Clarksdale está outra localidade que faz parte da história do blues – Indianola, cidade natal do cantor e guitarrista B.B. King.


A encruzilhada mais famosa do blues

Sérgio Martins fala sobre a encruzilhada formada pelas Highways 49 e 61, local em que o bluesman Robert Johnson teria feito um pacto com o diabo.

Nova Orleans é o berço do jazz e da música gospel. Sete anos depois do Katrina, furacão que destruiu as barragens do rio Mississipi e inundou 80% da cidade, ela ainda é obrigatória para quem deseja conhecer a alma da música dos Estados Unidos. As ruas do Quartier Latin abrigam shows estrelados por artistas do primeiro escalão e ilustres desconhecidos.

Qual sua música favorita de Elvis Presley?

O trompetista Troy Andrews, conhecido como Trombone Shorty, fala qual é sua canção favorita de Elvis Presley.


New Orleans Jazz and Heritage Festival

Todos os anos, os shows beneficentes do NOFest, de Nova Orleans, atraem milhares de turistas americanos e estrangeiros. Acompanhe como foi a edição de 2012.

New Orleans Jazz & Heritage Festival – 1751 Gentilly Boulevard New Orleans, LA 70119, Estados Unidos – (504) 944-5515


Procurando Elvis por Nova Orleans

Uma caminhada pelo bairro do Quartier Latin, em Nova Orleans, pode reservar inúmeras surpresas, como a sacada em que Elvis protagonizou a cena inicial de ‘Balada Sangrenta’.

Hotel Royal – 1006 Rue Royal – New Orleans, LA 70116


VEJA Recomenda: A música de Nova Orleans

Sérgio Martins fala sobre os artistas que você deve conhecer de Nova Orleans, a terra do jazz e de muitos outros ritmos.

Louisiana Music Factory – 210 Decatur Street – New Orleans, LA 70130


Nick Spitzer e os cabelos de Elvis

O antropólogo Nick Spitzer, professor da Universidade de Tulane e apresentador de rádio, é dono de um tufo de cabelo de Elvis Presley.

American Routes

Localizada na estrada que vai de Nova Orleans para Shreveport, a cidade faz parte da história americana. Fundada no século XVI, ela possui inúmeros prédios históricos e um armazém de navios a vapor. Washington também foi o maior porto de rio entre Nova Orleans e St. Louis. Ela possui ainda uma população de carvalhos, alguns com mais de 150 anos de idade.


O pântano de ciprestes de Washington, Louisiana

Sérgio Martins faz um passeio pela mansão sulista Magnolia Ridge e fala sobre zydeco, ritmo típico da região.

Magnolia Ridge – 103 Prescott St., Washington, LA 70589

Na ficção, ela seria a cidade dos lobisomens e da Fangtasia, casa noturna do seriado True Blood, da HBO. Na vida real, é um amontoado de cassinos e fuzileiros navais. Shreveport também abrigou o Louisiana Hayride, programa que revelou Elvis Presley. Seu prédio, com arqitetura art-déco, é uma visita obrigatória.

Shreveport, lar do Louisiana Hayride

Sérgio Martins conversa com duas importantes pessoas do Lousiana Hayride, programa de rádio que levou Elvis Presley ao sucesso.

Shreveport Municipal Auditorium – 705 Elvis Presley Ave – Shreveport, LA 71101


Qual é a verdadeira história da frase “Elvis has left the building”?

Margareth Lewis Warwick, cantora, compositora e produtora musical, conta a verdadeira história da frase “Elvis has left the building”.

Shreveport Municipal Auditorium – 705 Elvis Presley Ave – Shreveport, LA 71101


Qual sua história favorita com Elvis Presley?

Bob Sullivan, ex-engenheiro de áudio do programa Louisiana Hayride, conta o dia em que emprestou seu Fusca para Elvis Presley.

Shreveport Municipal Auditorium – 705 Elvis Presley Ave – Shreveport, LA 71101


Como surgiu a expressão “Play it James”?

O guitarrista James Burton, da TCB Band (Taking Care of Business Band) conta como Elvis Presley criou a expressão “Play It James”.

James Burton Foundation – 714 Elvis Presley Avenue – Shreveport LA 71101 – USA – (1 -318) 424-5000


James Burton, o guitarrista de Elvis

Sérgio explica quem é James Burton e conversa com o guitarrista, que tocou com Frank Sinatra, Elvis Presley e Elvis Costello e é membro do Rock n Roll Hall of Fame.

James Burton Foundation – 714 Elvis Presley Avenue – Shreveport LA 71101 – USA – (1 -318) 424-5000

Curiosidades

Elvis Everywhere

Elvis é onipresente nas cidades que Sérgio Martins visitou. Aqui, você descobre como ele consegue estar em tantos lugares ao mesmo tempo.


Elvis, as lâmpadas coloridas e o tropeço no microfone

Certa noite, no Estúdio B, Elvis Presley pediu que as luzes fossem apagadas enquanto ele cantava ‘Are You Lonesome Tonight’. Ele ficou tão envolvido que, na hora de ir embora, tropeçou no microfone – o “clang” dessa topada pode ser conferido ao final da canção.

Fotos e imagens panorâmicas: Gilberto Tadday | Infográfico: Luciana Martins e Tiago Maricate | Vídeos: Sérgio Martins (reportagem e apresentação), Gilberto Tadday (imagens), Raquel Hoshino (imagens e direção), Marcelo Rodrigues, Rafael Bispo, Thiago Patah (edição de imagens) | Supervisão geral: Raquel Hoshino