Carta ao leitor
Turismo
As 112 maravilhas
A melhor do Brasil
Bahia
Novos destinos
Para agitar
Para descansar
Hotéis de luxo
O melhor navio para famílias
O melhor navio para casais
Outros transatlânticos
O melhor navio para solteiros
O melhor cruzeiro temático
Os melhores destinos
Os melhores destinos de mergulho
Os melhores destinos
Novos destinos
Novos destinos
Os melhores destinos
Destinos históricos
Destinos de interior
Destinos culturais
Destinos de negócios
Custo-benefício
Categoria luxo
Categoria charme
Resorts
Hotéis com spa
Hotéis-fazenda
Categoria negócios
Categoria design
Suítes presidenciais
Parques aquáticos
Parques
Jurados de turismo
Gastronomia
Cozinhas e balcões
O melhor restaurante
do Brasil
A melhor carta de vinhos
O chef dos chefs
Receita do chef
dos chefs
Belém
Belo Horizonte
Brasília
Curitiba
Espírito Santo
Fortaleza
Goiânia
Manaus
Natal
Porto Alegre
Recife
Rio de Janeiro
Salvador
Santa Catarina
São Paulo
São Paulo Interior
São Paulo Litoral
   
 

RESTAURANTES
SÃO PAULO

BELARMINO IGLESIAS
A história gastronômica do espanhol Belarmino Fernandez Iglesias, 76 anos, começou quando adotou o Brasil como pátria, cinqüenta anos atrás. Com apenas 1 dólar no bolso, conseguiu um posto raso na extinta churrascaria Cabana e, em ascensão vertiginosa, tornou-se maître em oito meses. Convidado para comandar o salão do Baby Beef Rubaiyat, aberto em 1957, fez uma exigência: queria 10% da sociedade. Aceita a proposta, cinco anos depois Iglesias tornou-se o único proprietário. Além das duas churrascarias, mantém A Figueira Rubaiyat e Porto Rubaiyat. Em 1995, associou-se à churrascaria Cabaña Las Lilas, de Buenos Aires. Desde 2006, desfraldou a bandeira Rubaiyat em três casas de Madri.

 

Árabe

ARÁBIA
Nas receitas de Leila Kuczynski se notam detalhes de requinte que saltam aqui e ali. A salada fatuche (R$ 24,30) recebe molho de romã sobre rúcula, alface, tomate, pepino e pão sírio moreno e crocante. O michui de cordeiro (R$ 41,60), espeto de cubos de carne intercalados por cebola e tomate, é notável. Entre as sobremesas, o arroz-doce com amêndoa e pistache (R$ 11,60) tem pouco açúcar.
Rua Haddock Lobo, 1397, Jardim Paulista, (11) 3064-4776. www.arabia.com.br.

Bom e barato

TENDA DO NILO
Num espaço minúsculo a cozinheira Xmune Isper prepara delícias libanesas como o falafel (bolinho de grão-de-bico; R$ 16,80) coberto por uma saladinha (tomate picado, salsinha e pepino em conserva ao molho tahine) ou enrolado em pão sírio na forma de sanduíche (R$ 9,80). Originalmente um prato reservado para a Quaresma, o charuto de folhas de couve (R$ 18,50) acaba de entrar no cardápio. No lugar da carne, leva recheio vegetariano de arroz, grão-de-bico e tomate. Das sobremesas, vale pedir o mil e uma noites, um bolo de semolina coberto por creme de nata e pistache moído (R$ 15,80).
Rua Coronel Oscar Porto, 638, Paraíso, (11) 3885-0460.

 

Brasileiro

BRASIL A GOSTO
Com inspiração no Nordeste, a chef e proprietária Ana Luiza Trajano faz receitas como o beijuzinho crocante de tapioca com creme de siri e coco (R$ 24,00). Desfiada e refogada com cebola, a carne-seca vem acompanhada de batata-doce na manteiga de garrafa (R$ 35,00). O badejo em posta alta tem crosta de baru, uma castanha típica do cerrado (R$ 39,00), e é guarnecido de um cremoso purê de banana-da-terra. O pudim de brigadeiro vem salpicado de chocolate granulado e ganha molho de melaço acrescido de erva-cidreira (R$ 14,00). O serviço é exemplar.
Rua Professor Azevedo do Amaral, 70, Jardim Paulista, (11) 3086-3565. www.brasilagosto.com.br.

Carne

BABY BEEF RUBAIYAT
O churrasco está sempre no ponto, a carta de vinhos é excelente e o serviço, preciso. Além da raça brangus servida em cortes como o master beef premium (R$ 62,00), o restaurante apresenta o kobe tropical, uma carne supermarmorizada de gordura extraída de matrizes derivadas do gado japonês wagiyu. Chega à mesa em peças de bife de chorizo (R$ 95,00), baby beef (R$ 105,00) e costela (R$ 60,00).
Alameda Santos, 86, Paraíso, (11) 3141-1188. Avenida Brigadeiro Faria Lima, 2954, Itaim Bibi, (11) 3078-9488. www.rubaiyat.com.br.

 

Carne/rodízio

FOGO DE CHÃO
Pelo rodízio (R$ 68,00) passam cortes como a picanha, o bife ancho, a fraldinha e a costeleta de cordeiro. Bons vinhos estão reunidos em uma carta com 350 rótulos. A rede tem três unidades em São Paulo, uma em Brasília, outra em Belo Horizonte e nove nos Estados Unidos.
Avenida Santo Amaro, 6824, Santo Amaro, (11) 5524-0500. Mais dois endereços. www.fogodechao.com.br.

 

Cozinha contemporânea

D.O.M.
Os pratos criados pelo chef Alex Atala trazem um mix de ingredientes irresistíveis. Banhado por um consomê de peixe bonito, o foie gras ganha a cobertura crocante de pipoca de arroz selvagem com avelã (R$ 72,00). Por cima, uma bola de sorbet de cambuci, uma frutinha brasileira pouco conhecida. Há um menu degustação composto de quatro pratos, queijo e sobremesa por R$ 185,00. A versão com o dobro de sugestões custa R$ 265,00.
Rua Barão de Capanema, 549, Jardim Paulista, (11) 3088-0761. www.domrestaurante.com.br.

 

Cozinha rápida

RÁSCAL
No bufê encontram-se saladas de frutos do mar e de bacalhau. Uma estação de massas finaliza na hora penne ao gorgonzola e nozes, ravióli de cogumelo e espaguete de abobrinha com camarão. A opção de bufê e massas custa R$ 39,50. É possível combinar o bufê com grelhados (de R$ 39,50 a R$ 45,00, conforme o corte).
Alameda Santos, 870, Cerqueira César, (11) 3141-0692. Mais três endereços. www.rascal.com.br.

Espanhol

DON CURRO
Metade dos pedidos da casa recai sobre a paella de frutos do mar. Trata-se de uma antiga receita de família. Aperfeiçoado com o passar dos anos, o arroz cozido em açafrão e enriquecido de camarão, lula, vôngole, marisco, lagostim e frango custa R$ 198,00. Se tiver lagosta, sobe para R$ 238,00. Rua Alves Guimarães, 230, Pinheiros, (11) 3062-4712. www.restaurantedoncurro.com.br.

Francês

LA BRASSERIE ERICK JACQUIN
Uma das receitas estupendas do chef Erick Jacquin é o carré de cordeiro com legumes à provençal (R$ 85,00). O filé de robalo cozido ao vapor ganha a companhia de alcachofrinhas e bacon (R$ 58,00).
Rua Bahia, 683, Higienópolis, (11) 3826-5409. www.brasserie.com.br.

 

Italiano

DUE CUOCHI CUCINA
A casa ganhou, pela segunda vez consecutiva, o título de a melhor cozinha italiana de São Paulo, reconhecendo a aptidão do chef Paulo Barroso de Barros e os esforços dos proprietários para melhorar o salão espremido, que quase dobrou de tamanho depois de uma reforma. O menu traz de entrada o ravioloni de gema de ovo caipira com ricota regada em um fio de azeite de trufa (R$ 22,00). Além das massas de produção própria, há uma codorna desossada e recheada de legumes guarnecida de risoto de parmesão (R$ 43,00). Na sobremesa, a Nutella é a matéria-prima do brownie com sorvete de baunilha (R$ 14,00).
Rua Manuel Guedes, 93, Itaim Bibi, (11) 3078-8092. www.duecuochi.com.br.

Italiano/cantina

JARDIM DE NAPOLI
O sucesso dessa cantina pode ser creditado ao famoso polpettone (R$ 30,00), inventado pelo proprietário Antonio Buonerba. Quem já provou sabe quanto é delicioso esse bolo achatado de carne recheado de mussarela. A cada mês são vendidas 9 000 unidades na matriz, além de 5 000 no fast-food do Shopping Higienópolis e na rotisseria. Outra boa pedida de primeira é o fusilli artesanal ao molho de calabresa (R$ 30,00).
Rua Doutor Martinico Prado, 463, Higienópolis, (11) 3666-3022.

Japonês

Jun Sakamoto: degustação a R$ 210,00

JUN SAKAMOTO
Todas as noites, Jun Sakamoto se posiciona atrás do balcão e atende apenas oito clientes, divididos em grupos de quatro pessoas. Com toro (barriga de atum gordo), lula salpicada de sal negro havaiano, robalo e olho-de-boi, o chef monta sushis que compõem uma degustação (R$ 210,00). Quem não consegue um lugar no balcão não precisa se lamentar. Nas mesas dá para desfrutar ótimos pratos, como a salada de vieiras com ciboulette, broto de bambu e salsinha (R$ 23,00) e o linguado em cubos fritos em azeite de gergelim (R$ 48,00).
Rua Lisboa, 55, Pinheiros, (11) 3088-6019.

 

Peixes e frutos do mar

PORTO RUBAIYAT
O restaurante caçula do Grupo Rubaiyat se volta aos peixes e frutos do mar. Parte dos pescados é mantida viva nos aquários na entrada e num tanque subterrâneo. Algumas espécies chegam das águas geladas do Cantábrico, o Atlântico ao norte da Espanha, como as lulinhas (chipirones, em espanhol), feitas à provençal e guarnecidas de arroz negro de tinta do próprio molusco (R$ 54,00). De rios, assa uma ótima costela de tambaqui (R$ 63,00).
Rua Leopoldo Couto de Magalhães Júnior, 1142, Itaim Bibi, (11) 3077-1111.

Pizza

QUINTAL DO BRÁZ
De pé-direito duplo, seu salão abre-se para um jardim e um quintal repleto de árvores. Para iniciar a refeição, uma boa pedida é a burrata (R$ 28,00), mussarela cremosa que desmancha na boca. Na hora de pedir a pizza, além das versões tradicionais tira do forno a carola. De um lado é um disco plano e do outro um calzone. Combinam bem a cobertura de mussarela bovina, mussarelinha de búfala, tomate-cereja e rúcula e o recheio de mussarela com lingüiça artesanal moída e sementes de erva-doce (R$ 46,00). Para a sobremesa, tortinha de goiabada quente regada com catupiry (R$ 9,00).
Rua Gandavo, 447, Vila Mariana, (11) 5082-3800. www.quintaldobraz.com.br.

 

Português

ANTIQUARIUS
O requinte da casa lusa de matriz carioca aparece nos detalhes de seu ambiente acolhedor. Faz-se notar nas obras de arte e no agradável som do piano ao vivo no mezanino. Da cozinha saem pratos de bacalhau surpreendentes, tanto pela qualidade quanto pelo preço. O pescado ao forno (R$ 125,00) vem na forma de uma posta alta e perfeitamente dessalgada, guarnecido de brócolis, tomate, batata, ovo cozido e uma camada de cebola em fios dourados no azeite. Os doces de gema, em especial o toucinho do céu (R$ 22,00), são obrigatórios.
Alameda Lorena, 1884, Jardim Paulista, (11) 3082-3015. www.antiquarius.com.br.

 

Variado

PARIGI
É um endereço classudo. Na cenografia do salão alinham-se antigas fotos da Itália e da França, dois países representados no menu por receitas estupendas. Cabe ao italiano Salvatore Loi a autoria de sugestões como o linguine ao vôngole (R$ 47,00). A execução dos pratos fica por conta do francês Eric Berland. O linguado ao molho de laranja vem com arroz ao gergelim. No filé au poivre, a carne é flambada no conhaque e temperada em pimenta-do-reino preta e branca ao molho rôti. Cada uma dessas opções custa R$ 61,00.
Rua Amauri, 275, Itaim Bibi, (11) 3167-1575. www.fasano.com.br.

Bares


Elídio Bar: o maior balcão de petiscos, no melhor boteco

 

A cidade dos vinhos


Zahil importadora: bom exemplo da diversidade

São Paulo é uma espécie de parque de diversões para os amantes do vinho. Se a intenção é comprar tintos, rosés, brancos, espumantes e fortificados de qualidade, o lugar é aqui. O Guia Comer e Beber 2007/2008 de Veja São Paulo selecionou cinqüenta indicações de bons endereços: há desde importadoras especializadas em bebidas de um só país até empórios, supermercados e lojas que vendem rótulos de todo o mundo. O paulistano, e quem visita a cidade, não tem do que se queixar.

Os rótulos mais tradicionais da Europa, ou mesmo os melhores de custo-benefício da Argentina e do Chile, podem ser adquiridos em importadoras como Expand – com várias filiais –, World Wine ou Grand Cru. Para quem, no entanto, não quer se limitar ao catálogo de uma só importadora, as lojas multimarcas são a alternativa. Elas estão espalhadas em endereços do centro, como a Metapunto e o Empório La Rioja, e em bairros como Moema (Rei dos Whisky’s & Vinhos Vip), Higienópolis (Bacco’s) e Tatuapé (Casa Lisboa).

O consumidor que curte garimpar rótulos de regiões incomuns não vai se decepcionar. Procura uma garrafa da Grécia? Encontra no impressionante catálogo da Mistral. Um rótulo do Líbano? Sem problemas, dirija-se até a Zahil. Se a opção é por vinhos mais típicos da Itália ou da França, as especializadas Enoteca Acqua Santa e L’Amour du Vin resolvem a parada. Já os amantes dos portugueses podem recorrer às mais de 150 etiquetas exclusivas da Adega Alentejana. O preço, infelizmente, ainda é um problema em meio a todas essas possibilidades. Comprar vinho é um programa que enche os olhos - mas esvazia os bolsos.

Adega Alentejana. 5044-5760; Bacco’s, 3661-7898; Casa Lisboa, 6197-4888; Empório La Rioja, 3311-0511; L’Amour du Vin, 3086-1918; Enoteca Acqua Santa, 3081-7909; Expand, 3043-9877; Grand Cru, 3062-6388; Metapunto, 3328-8200; Mistral, 3372-3400; World Wine, 3085-3055; Zahil, 3071-2900

Boteco
ELÍDIO BAR
Vende cerca de 100 tipos de petisco.
Rua Isabel Dias, 57, Mooca,
(11) 6966-5805.

Carta de cervejas
FRANGÓ
Entre nacionais e importadas, há cerca de 200 rótulos de dezesseis países.
Largo da Matriz de Nossa Senhora do Ó, 168, Freguesia do Ó, (11) 3932-4818. www.frangobar.com.br.

Chope
ORIGINAL
Eleito pela sexta vez o melhor da cidade.
Rua Graúna, 137, Moema,
(11) 5093-9486. www.baroriginal.com.br.

Cozinha
ASTOR
A cozinha funciona até as 2 da manhã. Rua Delfina, 163, Vila Madalena, (11) 3815-1364. www.barastor.com.br.

Fim de noite
GENIAL
Nas noites de calor, pode-se curtir a gostosa varanda com teto retrátil.
Rua Girassol, 374, Vila Madalena, (11) 3812-7442.

Happy hour
SALVE JORGE (CENTRO)
Fica bem em frente à Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F).
Praça Antônio Prado, 17, centro, (11) 3107-0123. www.barsalvejorge.com.br.

Hotel
SKYE
Tem vista para o Parque do Ibirapuera.
Avenida Brigadeiro Luís Antônio, 4700 (Hotel Unique), Jardim Paulista,
(11) 3055-4702. www.skye.com.br.

Música ao vivo
BARETTO
Os pianistas Moacyr Zwarg e Mario Edson tocam na casa.
Rua Vitório Fasano, 88 (Hotel Fasano), Jardim Paulista,
(11) 3896-4000. www.fasano.com.br.

Para ir a dois
SALOMMÃO
Funciona num casarão, a meio quarteirão da Paulista.
Avenida Angélica, 2435, Higienópolis, (11) 3257-0390.

Para paquerar
BELLINI
A área ao ar livre e o balcão facilitam a troca de olhares.
Rua Lopes Neto, 155, Itaim Bibi,
(11) 3071-0953.