Entretenimento

A genealogia das Casas de ‘Game of Thrones’

Você costuma ficar confuso em relação a quem casou com quem e quem era pai de quem em Game of Thrones? Não se preocupe, você não está sozinho. Para ajudar, aqui estão as árvores genealógicas das principais Casas de Westeros, com os personagens que são relevantes para a fase final da série. Na disputa pelo Trono de Ferro, por ora ocupado por Cersei Lannister, estão quatro famílias: os Lannister, os Stark, os Targaryen e os Baratheon – ou você se esqueceu de que o bastardo de Robert Baratheon, Gendry, saiu remando há três temporadas, com a ajuda de Sir Davos? São dessas quatro Casas os símbolos que aparecem no logotipo da própria série, na abertura – o Leão dos Lannister, o Lobo dos Stark, o Dragão dos Targaryen e o Veado dos Baratheon.

Casa Stark

<span>–</span>

(Arte/VEJA.com)

Os senhores do Norte são conhecidos pela honra – o que costuma colocá-los em situações complicadas. Foi o caso de Eddard, vulgo Ned, que perdeu a cabeça ao tentar fazer o certo. Pelo menos Sansa e Jon Snow (que, vimos no fim da sexta temporada, não é o filho bastardo de Ned, mas seu sobrinho, filho de Lyanna com, ao que tudo indica, Rhaegar Targaryen) retomaram o castelo que deixaram na primeira temporada. Enquanto isso, Bran, ao norte da Muralha, continua explorando seu poder de viajar no tempo, e Arya tornou-se uma assassina.

Lema: “O inverno está chegando”
Símbolo: Lobo
Sede: Winterfell

Casa Targaryen

<span>–</span>

(Arte/VEJA.com)

Os Targaryen dominaram os Sete Reinos durante séculos, até Aerys II ameaçar tacar fogo na população de Porto Real, sendo morto por Jaime Lannister, e uma rebelião liderada por Robert Baratheon assassinar seu herdeiro, Rhaegar. Casada com Rhaegar Targaryen, Elia Martell foi assassinada, junto com seus dois filhos, por dois soldados Lannister. Mas os Targaryen estão de volta com Daenerys, que depois de conquistar povos, queimar inimigos e comprar exércitos, navega em direção à Pedra do Dragão, como única herdeira. Isso até que o mundo saiba que Jon Snow, na verdade, é um Targaryen, e seu sobrinho.

Lema: “Fogo e sangue”
Símbolo: Dragão
Sede: Pedra do Dragão

Casa Lannister

<span>–</span>

(Arte/VEJA.com)

Arrogantes e sem escrúpulos, os Lannister são ricos, mas sempre pagam seus débitos. Filhos do poderoso Tywin, os gêmeos Cersei e Jaime, amantes, são os verdadeiros pais de Joffrey, Myrcella e Tommen, em tese filhos do rei Robert Baratheon – e todos já mortos. Cersei agora ocupa o Trono de Ferro depois de se livrar do Alto Pardal, líder da Fé dos Sete, e da rainha Margaery, mulher de Tommen, que por isso se suicidou. O irmão mais novo de Cersei e Jaime, Tyrion, é a Mão da Rainha Daenerys.

Lema: “Ouça-me rugir”
Símbolo: Leão
Sede: Rochedo Casterly

Casa Baratheon

<span>–</span>

(Arte/VEJA.com)

No início de Game of Thrones, o rei Robert Baratheon foi morto a mando de sua mulher, Cersei. Ned Stark, Mão do Rei, sabendo que Joffrey, supostamente filho mais velho do casal, não era um Baratheon, mas um Lannister, defendeu que Stannis, irmão do meio de Robert, ocupasse o trono. O irmão mais jovem, Renly, também queria a coroa. Ned foi morto a mando de Joffrey, o que causou o início da guerra entre os Lannister, Stannis, Renly, Balon Greyjoy e o filho mais velho de Ned, Robb. Stannis e Renly morreram, mas um dos bastardos de Robert, Gendry, está vivo.

Lema: “Nossa é a fúria”
Símbolo: Veado
Sede: Ponta Tempestade

Casa Greyjoy

<span>–</span>

(Arte/VEJA.com)

O retorno de Euron, o irmão exilado de Balon, transformou as coisas na Casa Greyjoy. Euron jogou Balon de uma ponte e foi declarado rei, em vez de seus sobrinhos Yara e Theon, de volta depois de anos como refém de Ned Stark em Winterfell, onde foi criado como um dos filhos, mas depois os traiu. Theon, que sofreu torturas nas mãos de Ramsay Bolton quando a família tomou Winterfell dos Stark, foge com sua irmã Yara e se alia a Daenerys, cedendo a ela seus navios e navegando em direção de Westeros.

Lema: “Nós não semeamos”
Símbolo: Lula
Sede: Pyke

Casa Arryn

<span>–</span>

(Arte/VEJA.com)

Jon Arryn, antiga Mão do Rei Robert Baratheon, foi morto quando descobriu que, na verdade, os filhos da rainha Cersei eram de seu irmão gêmeo Jaime e, portanto, não estavam na linha sucessória do Trono de Ferro. No Vale, a região que os Arryn dominam, sua viúva, a desequilibrada Lysa, irmã de Catelyn Stark, ficou no comando, enquanto o herdeiro, o mimadíssimo Robin, não tinha idade suficiente. Lysa se casou com o manipulador Petyr Baelish e acabou morta por ele. Baelish e os soldados do Vale, recrutados por Sansa Stark, foram a salvação de Jon Snow na Batalha dos Bastardos na sexta temporada. Agora, o homem conhecido como Mindinho conspira para criar uma briga entre os meio-irmãos (na verdade, primos) Jon Snow e Sansa.

Lema: Tão Alto como a Honra
Símbolo: Falcão e Quarto Crescente
Sede: Ninho da Águia

Casa Tully

<span>–</span>

(Arte/VEJA.com)

Com sua aliança com os Lannisters, os Frey ajudaram a praticamente acabar com a Casa Tully. No Casamento Vermelho, entre Edmure Tully e uma das filhas de Walder Frey, assassinaram Catelyn Stark, originalmente uma Tully, seu filho Robb e sua nora Talisa. Depois, no cerco a Correrrio, mataram Brynden Tully, conhecido como Peixe Negro, após fazer Edmure de refém, e ficaram com suas terras. Mas Arya Stark vingou os Stark e os Tully ao servir a Walder Frey uma torta feita com seus próprios filhos e, depois, cortar sua garganta, no fim da sexta temporada.

Lema: “Família, dever, honra”
Símbolo: Truta
Sede: Correrrio