Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Violino Stradivarius roubado em 1980 é devolvido

Peça pertenceu ao famoso violinista polonês Roman Totenberg, que morreu em 2012

Em uma tarde do fim de junho em um hotel de Manhattan, em Nova York, uma mulher entregou um dos mais raros instrumentos musicais do mundo para Phillip Injeian, um avaliador e fabricante de violinos. A mulher estava simplesmente esperando saber mais sobre a peça que havia recebido anos antes como presente de seu finado ex-marido, Philip Johnson. Mas Injeian imediatamente reconheceu o instrumento: era um valioso violino Stradivarius que havia sido roubado há 35 anos. “Foi um momento ‘Eureka'”, disse Injeian em entrevista coletiva nesta quinta-feira.

Leia também:

Filarmônica de Berlim anuncia Kirill Petrenko como regente

Mecha do cabelo de Mozart pode alcançar quase 60 000 reais em leilão

Filarmônica de Berlim disponibiliza concertos em seu site

Autoridades americanas devolveram o violino à família de seu dono, o famoso violinista polonês Roman Totenberg, morto em 2012 aos 101 anos de idade. O instrumento, conhecido como Ames Stradivarius, foi feito pelo renomado fabricante italiano Antonio Stradivari em 1734. A peça foi roubada em 1980 após Totenberg ter feito uma apresentação em Cambridge, no Estado de Massachusetts, nos Estados Unidos.

Aproximadamente 550 instrumentos Stradivarius, incluindo violinos, violas e violoncelos, ainda existem. Um deles foi vendido pelo recorde de 15,9 milhões de dólares em um leilão em 2011.

(Com agência Reuters)