‘The Voice Brasil’: 2º dia foi marcado pelo arrependimento

Conhecida dos técnicos, cantora não recebeu a aprovação de nenhum deles na audição às cegas. Ao reconhecerem a candidata, os quatro ficaram sem graça

O decote generoso de Claudia Leitte não era mais novidade – para desespero da cantora que adora ter seus looks entre os mais comentados da semana na TV Globo. O segundo dia de audições às cegas do The Voice Brasil se mostrou uma continuidade da estreia. Mas se os figurinos dos técnicos eram os mesmos, a novidade ficou por conta dos candidatos. Ainda bem. Teve quem levou sanfona para o palco, outra que fez performance com um leque, mãe que passou mal nos bastidores precisando ser socorrida e até uma eliminada que acabou tão enaltecida que os mais desavisados poderiam achar que havia conquistado uma das vagas.

Juju Gomes não era uma desconhecida. Mas seu currículo de pouco serviu antes de subir ao palco. Cantando Ideologia, de Cazuza, ela não viu nenhuma das quatro cadeiras se virar. De fato, não foi a melhor interpretação desta canção. Talvez, a música do ídolo é que não tenha sido a melhor escolha. E a principal qualidade do programa – a de manter os técnicos de costas para que se atraiam somente pela voz – foi o que destruiu suas chances. Carlinhos Brown, Claudia Leitte, Daniel e Lulu Santos não reconheceram a backing vocal que já trabalhou com eles ou alguns de seus parceiros. Na lista dela, além do próprio Brown, estão Nando Reis, Ivete Sangalo, Marisa Monte e Ana Carolina.

Constrangimento – “Ah, meu Deus! Eu sei quem é Juju Gomes”, exclamou Claudia, logo depois de se deparar com a candidata. “Nós sabemos quem é Juju”, enfatizou Brown. Todos estavam visivelmente constrangidos com a rejeição, e tentaram consertar exaltando suas qualidades. “Você é o máximo e sua voz é linda”, falou Claudia. “Você é maravilhosa”, emendou Brown. “Continua, vai fundo porque a sua estrada está garantida”, incentivou Lulu, pedindo que ela apresentasse sua carreira. Todos ainda se levantaram, emocionados, para se despedir. Um espaço que não havia sido dado a nenhum outro eliminado – nem mesmo a muitos dos escolhidos. No site do programa, ela foi a única não selecionada a ocupar lugar de destaque entre as apresentações da noite. Bom mesmo que arrependimento não mata.

Leia também:

Jovem que fez Shakira chorar no ‘The Voice USA’ ganha chance no Brasil

Da simples cantoria no chuveiro para o ‘The Voice Brasil’

Destaques – Os acertos não foram poucos nessa segunda noite. Os dois candidatos cuja participação havia sido adiantada pelo site de VEJA garantiram suas vagas. Sam Alves, o brasileiro que emocionou Shakira na versão americana mas não passou das audições às cegas, foi unanimidade. “Eu só quero que uma cadeira vire para mim”, pediu, antes de cantar When I Was Your Man, de Bruno Mars. Teve as quatro. “É evidente que você sabe tudo. Agora, faça uma boa escolha”, disse Lulu. O jovem optou por Claudia Leitte, que tem cinco vozes até o momento.

Pedro Lima, o “cantor de chuveiro” descoberto no Mais Você, conquistou Lulu Santos, que já chegou à metade dos doze candidatos necessários para completar o time. Ao ver a cadeira do cantor se virar para o filho, a mãe não conteve a emoção e precisou ser amparada nos bastidores. “Ela não vai aguentar as apresentações ao vivo”, comentou o apresentador Tiago Leifert, que a acompanhava. É a primeira vez que o jovem do Rio de Janeiro se aproxima de qualquer oportunidade de tornar seu sonho de cantar uma profissão.

Carlinhos Brown conseguiu reforçar sua equipe com Lucy Alves, a bela paraibana que impressionou mais com os acordes da sanfona que tocou do que com a voz em si. Também ficou com ele a baiana Aila Menezes, neta de palhaço que fez uma performance diferenciada, com direito a leque. Lembrava a despachada Ludmilla dos Anjos, que chegou à final da primeira temporada. Brown também soma cinco candidatos. Ainda na lanterna, Daniel até apertou o botão mais vezes nesta quinta, mas só conseguiu abraçar duas vozes, totalizando três até agora.

Leia também:

Dom Paulinho Lima é Top 10 no iTunes

‘The Voice Brasil’ precisa retomar campanha #batedaniel

‘The Voice Brasil’ impulsiona até carreira de eliminados