Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Show de Simone e Simaria nos EUA é abreviado pela polícia

Brigas na plateia criaram cenário de confusão em casa noturna de Miami, onde dupla se apresentou neste sábado e de onde saiu sem se despedir

A turnê da dupla Simone e Simaria pelos Estados Unidos teve um capítulo desagradável na madrugada deste sábado. Começaram a pipocar brigas na plateia, em uma casa noturna extremamente lotada, e a polícia, chamada a intervir na confusão, encerrou o show quinze minutos antes do previsto, sem deixar que as cantoras se despedissem do público.

De acordo com a assessoria de imprensa de Simone e Simaria, a casa noturna, River Yacht Club, tinha permissão para operar até as 2h, mas o som foi desligado de maneira discricionário pelos policiais.

“Simone e Simaria se apresentaram em Miami e faltando 15 minutos para o encerramento do Show, a polícia adentrou o local e obrigou o término imediato da apresentação, impedindo até que as cantoras se despedissem do público”, diz comunicado da dupla enviado a VEJA.

“A produção de S&S tentou impedir que isso ocorresse, já que a casa tinha a liberação de funcionamento até as 2h, mas os próprios policiais se dirigiram até a mesa de som e desligaram os equipamentos.”

O show contou com a presença de famosos brasileiros como o humorista Ceará, ex-Pânico, e a mulher, Mirella Santos, e as atrizes Karina Bacchi e Larissa Manoela, que possui casa em Miami. Confira nas fotos abaixas, postadas pela dupla e por Larissa no Instagram:

 

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Esses shows que só promovem o homossexualismo deveriam ser proibidos. Todos deveriam ser obrigados a segui o pastor Silas, isto é o certo.

    Curtir

  2. Social Democrata Nem Direita Nem Esquerda

    José Silva, você um doente que precisa de tratamento urgente. Sua igreja fez uma lavagem cerebral profunda, além de tomar seu dinheiro. Tenho pena da tamanha ignorância.

    Curtir

  3. Social Democrata Nem Direita Nem Esquerda

    O José Silva pelo visto, doutrinado e fanático, já promoveu o “pastor Silas” a Jesus ou Deus, pois para ele, todo devem seguir esse pastor usurpador.

    Curtir

  4. Veja o show foi na sexta-feira, e não no sábado como vcs informaram na reportagem. Esses “artistas” quando vão fazer show no exterior, deveriam respeitar o público, e não atrasar 1e meia pra começar o show. E um absurdo as pessoas pagarem pra ver as “artistas” e somente cantar 45 min, absurdo, falta de respeito… e a polícia fez super certo, confusão, brigas aqui, acaba mesmo, não tem isso de mimimi não.

    Curtir

  5. Social Democrata Nem Direita Nem Esquerda

    Gilda eu não sabia desse detalhe. Realmente o artista brasileiro está pessimamente mal acostumado com atrasos e acha que em todos os lugares as coisas funcionam “mal” como no Brasil.

    Curtir

  6. Claudio Stainer

    Fotos abaixas…? A Veja.com está usando estagiário analfabeto funcional.

    Curtir

  7. Elas esqueceram que existem regras nos States… Os brasileiros “queimam’ todos os lugares onde vão, pensando que estão no Brazil…

    Curtir

  8. sergio muller

    Eu acho muito engraçado quando falam em show internacional…Ora, cantoras brasileiras se apresentando numa boate nos EUA para público brasileiro? Internacional só porque saíram do Brasil?
    Aí estão nos EUA e pensam que estão nesta zorra que é o Brasil? O show atrasa 2 horas, a brasileirada bebe, briga, quebra tudo pensando que está no Brasil. Bem fez a policia americana, entrou e acabou com a farra.

    Curtir

  9. José Silva o diabo tomou seu corpo e sua mente! Xô Satanáiiiiiisssss!

    Curtir

  10. País sério é outro nível. Policiais têm liberdade de atuar e acabar com a zona.

    Curtir