Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Shin Suzuran é o melhor restaurante oriental em Manaus

Prestes a completar quatro décadas, a casa incorpora novas tendências sem jamais abandonar a clássica cozinha japonesa

Para Hiroya Takano, estar à frente de um restaurante prestigiado não significa estagnação. Embora preze a cozinha japonesa tradicional, o chef e proprietário sempre procura novidades. Em 2017, a mudança começou pelo endereço: um salão menor na mesma rua. O interesse de Takano por assuntos em voga na gastronomia também ajuda a revigorar o menu da casa, invicta desde a primeira edição de VEJA COMER & BEBER. Atualmente, ele se debruça sobre o estudo das chamadas pancs (plantas alimentícias não convencionais) da Amazônia, que compõem parte da seção regional do cardápio. No menu degustação amazônico, com nove pratos, chegam à mesa o sunomono de vitória-régia com lichia, o tempurá de urtiga e o tataki de tucunaré (R$ 150,00). A extensa carta também privilegia receitas tradicionais, como os combinados de sushi com peixes usuais, caso do atum, do salmão e do robalo. Intitulado ponte, um deles reúne dezesseis peças de sashimi e quarenta de enrolados (R$ 297,00). Destaque entre os pratos quentes, o pirarucu no missô grelhado é acompanhado de gelatina de tucupi (R$ 96,00). As receitas podem ser saboreadas entre goles de saquê Azuma Kirin (R$ 31,90 a dose) ou de cerveja Kirin Ichiban (R$ 9,90 a long neck). Rua Rio Itannana, casa 100, Vieiralves, ☎ 3343-4468 (78 lugares). 12h/15h30 e 18h30/23h (dom. jantar até 22h). Aberto em 1978. $$$

2º lugar: Toyo Comida Oriental
Prato mais famoso da casa, o tataki de tucunaré traz fatias finíssimas do peixe amazônico levemente temperadas com gengibre e molho shoyu (R$ 48,00, para dois). O yakissoba de carne, frango e
legumes alimenta até três pessoas (R$ 48,00). Para abrir o apetite, a porção de shimeji com cebolinha (R$ 26,00) pode vir ladeada por uma dose de saquê (R$ 18,00). O pudim de leite da casa
(R$ 8,00) arremata a refeição. Rua Francisco Orellana, 670, Dom Pedro, ☎ 3238-7827 e 99171-6306 (50 lugares). 11h30/14h30 e 18h30/23h (dom. até 22h). Aberto em 2003. $

3º lugar: Kin Sushi Bar
O público jovem chega em peso na happy hour. As long necks de Stella Artois e Budweiser (R$ 7,90 cada uma) são as mais requisitadas para acompanhar o carpaccio de salmão (R$ 35,90) e o kin-sashimi, que traz fatias de salmão com ovas de massagô e crispy de batata-doce (R$ 69,90, para duas pessoas). Também tem fãs o kinmaru, drinque que mescla cachaça infusionada com fava de baunilha, licor 43, Jack Daniel’s Honey e abacaxi (R$ 22,00). Da cozinha quente sai o risoto vegetariano, à base de shimeji, shiitake e legumes (R$ 39,90). Avenida Efigênio Salles, 2300, Aleixo, ☎ 98167-9268 (60 lugares). 17h/0h. Aberto em 2016. $$