Roteirista da Globo faz manifesto sobre assédio nos bastidores

Acusação contra José Mayer fez com que várias funcionárias da emissora se manifestassem contra o machismo e o assédio

Depois da polêmica envolvendo José Mayer e a figurinista Susllem Tonani, uma roteirista do Adnight e também atriz da Globo, Alessandra Colasanti lançou um manifesto em seu perfil no Facebook falando sobre assédios que mulheres sofrem nos bastidores da emissora ou no teatro. “Imagina se rolasse a campanha #meuprimeiroassédionotrabalho. Ou algo semelhante. Não ia sobrar pedra sobre pedra. Eu já fui assediada por diretores tanto no teatro quanto da Rede Globo. Quem nunca?”, publicou.

Até a manhã desta quinta-feira, o post já tinha mais de trinta comentários e 140 curtidas. Entre as respostas, está uma declaração da própria roteirista. “Um diretor de teatro disse que ia chupar a minha b**eta (assim mesmo) no meio de uma cena sendo marcada, com outros atores em cena. Um diretor de TV também beijou a minha boca sem o meu consentimento”, escreveu ela.

Outras mulheres responderam ao manifesto de Alessandra, contando situações que já enfrentaram. “Sempre, perdi até a conta. Só diminuiu quando comecei a envelhecer e é um alívio. Mas também já vi muitas mulheres assediarem homens, inclusive na TV Globo”, escreveu uma. “Falas escrotas como ‘nossa, como tá gostosa hein?, no set de gravação, na frente de toda a equipe, quem nunca?”, comentou outra. “Um outro diretor que já virou pó ‘escolhia’ as modelos e atrizes que tivessem dentes bonitos pra conversar e depois sugeria jantares e assim ia, ele fazia questão de dizer isso, se a mulher tinha dente bom, bonito ele se aproximava, muito bizarro”, completou outra.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Ricardo Silva

    o maior assediador é o presidente dos USA. Vejam: “Eu já fui assediada por diretores tanto no teatro quanto da Rede Globo. Quem nunca?”. Maldita da mulher que chega em casa e se olha no espelho para dizer que não teve um só em dizê-la: Gostosa!

    Curtir

  2. Isso já está enchendo! Mulher que não quer ser assediada sabe se defender muito bem quando quer e se quiser!

    Curtir

  3. Sergio Augusto

    Mulher que não gosta de cantada ?? esse mundo esta virando um aquario

    Curtir

  4. Marcelo César Padilha

    Já deu, sinceramente. Tempo aborrecido o atual. Estamos INFESTADOS de patrulhas ideológicas, que controlam até o modo de mastigar a comida. Nessa seara, pior que esquerdopatas, só femens…

    Curtir

  5. Pois eh Marcelo o mundo ta um saco mesmo afinal nao vivemos mais na idade media. Imagine so as
    mulheres descobriram que tem direitos e nao so deveres…outra coisa Sergio Augusto quando vc confunde “assedio sexual” com “cantada” da pra entender por que os “meninos” estao tao confusos.

    Curtir

  6. Carlos Augusto Almeida

    Os insanos que defendem ou justificam qualquer tipo de assédio são tão delinquentes quanto o velhote tarado. É cada uma.

    Curtir

  7. Jorge Mineiro

    Ao expor a publico um fato de relacionamento de empregados, que poderia ser resolvido internamente expõe o que se tornou a Globo após a saída do Boni: Um antro de vaidades, onde todo mundo manda e ninguém obedece. Cadê o Roberto Marinho para por ordem na casa?

    Curtir