Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Robert Downey Jr. e Homem de Ferro voltam a ‘Vingadores’

O ator americano Robert Downey Jr. voltará a viver o Homem de Ferro nas próximas duas sequências de Os Vingadores, que em 2012 marcou um recorde como o terceiro filme de maior bilheteria da história, informou o estúdio Marvel, da Disney, nesta quinta-feira. “A Marvel está feliz em anunciar que Robert Downey Jr. retomará o papel do multimilionário, genial, mulherengo e filantropo Tony Stark”, diz o texto do estúdio. Stark é a identidade real do simpático super-herói de moral flexível, com um ego enorme.

LEIA TAMBÉM:

Muito mais Tony Stark e menos Homem de Ferro

Atriz que faria Mary Jane é cortada de ‘Homem-Aranha 2’

Os Vingadores 2, que começará a ser produzido em março de 2014 e tem lançamento previsto para maio de 2015, será escrito e dirigido por Joss Whedon, que também criou o primeiro filme e já foi indicado ao Oscar pelo roteiro de Toy Story (1995). A segunda parte reunirá os “personagens favoritos” do primeiro, de acordo com o comunicado publicado no site do estúdio, que não especifica quais e se haverá novos personagens na franquia.

LEIA TAMBÉM:

‘Homem de Ferro’ terá novo filme depois de 2016

O anúncio foi feito enquanto o Homem de Ferro, uma verdadeira galinha dos ovos ouro para a Disney e para Downey Jr., fatura alto nas salas de cinema de todo o mundo com o terceiro filme da saga, que estreou há sete semanas, já arrecadou quase 1,2 bilhão de dólares e hoje é o quinto filme de maior bilheteria da história. Os Vingadores, que foi lançado em 2012 e reúne os personagens mais populares da Marvel, é até o momento o terceiro filme mais rentável da história, com 1,5 bilhão de dólares de bilheteria.

‘Avatar’ (2009)

A história da luta entre humanos e alienígenas da tribo Na’vi pelas riquezas naturais de Pandora — o que levou o filme a ser visto como metáfora da invasão americana no Iraque — quebrou recordes. Ao todo, Avatar arrecadou 2,78 bilhões de dólares. O faturamento do longa ultrapassou o valor ganho por Titanic (1997), até então o longa mais visto da história. O detalhe curioso é que ambos são projetos do canadense James Cameron, um cineasta que certamente não tem problemas financeiros. 

‘Titanic’ (1997)

A reestreia de Titanic na versão 3D, com gancho no centenário do naufrágio do navio, fez o longa voltar à disputa pelo primeiro lugar na lista das maiores bilheterias de todos os tempos. O retorno da trilha sonora que causa engulhos na atriz Kate Winslet, no entanto, não permitiu a Titanic superar Avatar. Em sua estreia em 1997, o filme de James Cameron sobre a história de amor entre Jack (Leonardo DiCaprio) e Rose (Kate Winslet) arrecadou 1,8 bilhão de dólares. Em 2012, com os recursos em 3D, chegou a 2,186 bilhões de dólares.

‘Jurassic World: O Mundo dos Dinossauros’

Estrelado por Chris Pratt, o quarto filme da franquia de dinossauros, iniciada em 1993 com Jurassic Park: O Parque dos Dinossauros, de Steven Spielberg, traz a concretização do sonho de uma ilha com atrações temáticas, protagonizadas pelos grandalhões pré-histórico. A situação sai do controle por causa da criação de um dinossauro híbrido, que escapa do cativeiro e começa uma longa matança no parque. O filme dirigido por Colin Trevorrow alcançou a marca de 1 bilhão de dólares em bilheteria apenas 13 dias após entrar em cartaz. Até 28 de dezembro de 2015, o longa somava 1,67 bilhão de dólares em renda. 

‘Os Vingadores’ (2012)

Foram necessários apenas 19 dias em cartaz para que Os Vingadores, adaptação cinematográfica dos quadrinhos da Marvel, entrasse no clube hollywoodiano dos filmes de arrecadação bilionária, com receita de mais de 1 bilhão de dólares. E foi preciso menos tempo ainda — um fim de semana — para que a história da união de forças entre heróis dedicados a salvar o mundo começasse a quebrar recordes. No Brasil e em outros lugares, como Argentina, Taiwan e Nova Zelândia, o longa se tornou o mais visto em uma estreia. Nos Estados Unidos, não foi diferente. Os heróis desbancaram o último filme da saga Harry Potter do posto de melhor estreia americana, arrecadando nada menos que 200,3 milhões. A bilheteria total de Os Vingadores ficou em 1,519 bilhão de dólares.

 

 

‘Velozes e Furiosos 7’ (2015)

A franquia de carros conseguiu entrar para o clube dos bilionários do cinema com seu sétimo filme. Com um orçamento estimado em 250 milhões de dólares, o longa chamou ainda mais a atenção do público por ser o último com o ator Paul Walker, que morreu em um acidente de carro quando as filmagens ainda estavam na metade. Para mantê-lo no longa, foram usadas técnicas de efeitos especiais, que recriaram o ator digitalmente, a partir de cenas antigas inéditas e também da ajuda de seus irmãos, que serviram como dublês de corpo. Rápido como propõe o título, o filme superou a marca de 1 bilhão em bilheteria em apenas dezessete dias em cartaz no mundo. O longa soma 1,515 bilhão de dólares em renda. 

‘Vingadores – Era de Ultron’ (2015)

O segundo título da franquia dos heróis da Marvel dirigido por Joss Whedon alcançou a marca de 1 bilhão de dólares em bilheterias ao redor do mundo após vinte e quatro dias desde a sua estreia. Só no final de semana do lançamento foram mais de 191 milhões de dólares arrecadados. Na trama, os heróis Thor (Chris Hemsworth), Homem de Ferro (Robert Downey Jr.), Capitão América (Chris Evans), Viúva Negra (Scarlett Johansson), Gavião Arqueiro (Jeremy Renner) e o gigantesco Hulk (Mark Ruffalo) encaram a terrível inteligência artificial Ultron, que constrói para si um corpo de robô quase indestrutível. O filme soma 1,405 bilhão de dólares em renda. 

‘Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 2’ (2011)

Depois de sete filmes, o capítulo final da saga Harry Potter, dirigido por David Yates, confirmou o sucesso do bruxinho. O longa Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 2 faturou ao todo 1,341 bilhão de dólares. Não apenas os atores Daniel Radcliffe, Rupert Grint e Emma Watson cresceram com a franquia, mas também suas contas bancárias, uma vez que todos os filmes baseados na série de J.K. Rowling foram um fenômeno comercial: eles estão entre as 33 maiores arrecadações de todos os tempos.

‘Frozen- Uma Aventura Congelante’ (2013)

Inspirado no conto A Rainha da Neve, de Hans Christian Andersen, o filme conta a história de Elsa e Anna, princesas do reino de Arendelle. Elsa tem o poder de congelar objetos e provocar verdadeiras nevascas, algo que é escondido de sua irmã mais nova. Quando os pais das moças morrem, Elsa assume o reinado, mas, por causa de um acidente durante a celebração, revela seu segredo e congela toda Arendelle. O filme arrecadou 1,276 bilhão de dólares em bilheteria mundial e se tornou a animação mais lucrativa do cinema. 

‘Homem de Ferro 3’ (2013)

O terceiro filme da série Homem de Ferro estreou entre o final de abril e o começo de maio de 2013 batendo recordes na maioria dos países do mundo. Nos Estados Unidos, o longa foi a segunda melhor estreia da história, com 175,3 milhões de dólares, atrás apenas de Os Vingadores. No Brasil, o filme estrelado por Robert Downey Jr. conseguiu a melhor estreia de 2013, com 12,3 milhões de dólares. O longa ultrapassou a marca do bilhão em poucas semanas em cartaz e soma arrecadação de 1,215 bilhão de dólares.

‘Star Wars: O Despertar da Força’ (2015)

O sétimo episódio da franquia Star Wars chegou aos cinemas em dezembro de 2015 com promessas de quebrar recordes de bilheteria – e não desapontou. Logo no primeiro fim de semana de exibição, o longa arrecadou, em três dias, 528 milhões de dólares no mundo. Em seguida, a produção derrubou Jurassic World e se tornou o filme a conquistar mais rapidamente a marca de 1 bilhão de dólares, em apenas 12 dias. Na trama, dirigida por J.J. Abrams, os heróis do passado, Luke Skywalker, Han Solo e princesa Leia retornam para passar o bastão para novos personagens, representados pelos protagonistas Rey (Daisy Ridley), Finn (John Boyega), Kylo Ren (Adam Driver) e Poe Dameron (Oscar Isaac). Até o dia 29 de dezembro, o filme contabilizava 1,198 bilhão de dólares em bilheteria. 

‘Minions’

Os pequenos seres amarelos conhecidos como Minions ganharam milhões de fãs quando apareceram no filme Meu Malvado Favorito, em 2010. Cinco anos depois, protagonizando o próprio filme e, contrariando as expectativas da crítica especializada, que não viu muita graça no longa, as criaturas atingiram a marca de 1,157 bilhão de dólares arrecadados em bilheteria ao redor do mundo. 

‘Transformers – O Lado Oculto da Lua’ (2011)

As eternas cenas de ação entre robôs gigantes alienígenas que se transformam em carros de Transformers – O Lado Oculto da Lua conquistaram o público e deram ao longa o quarto lugar na lista das maiores bilheterias, com 1,123 bilhão de dólares. O terceiro filme da saga dirigida por Michael Bay custou 195 milhões de dólares e apresentou melhorias em relação aos dois primeiros da franquia, tanto em relação à animação como à história. 

‘O Senhor dos Anéis – O Retorno do Rei’ (2003)

A viagem final de Frodo, Sam e Gollum à Montanha da Perdição para destruir o Anel rendeu ao último capítulo da saga fantástica O Senhor dos Anéis 1,119 bilhão de dólares nos cinemas. Além da notável arrecadação, o desfecho da trilogia igualou o recorde de Titanic no Oscar: o longa levou 11 estatuetas na festa de 2004, incluindo o prêmio de melhor filme. Os três longas da série baseada nos livros de J.R.R. Tolkien foram dirigidos pelo neozelandês Peter Jackson.

‘007 – Operação Skyfall’ (2012)

Considerado por muitos críticos de cinema o melhor filme da franquia do agente secreto James Bond, 007 – Operação Skyfall ocupa o primeiro lugar na história da bilheteria do Reino Unido, onde a arrecadação chegou a 161,1 milhões de dólares. No mundo, o longa que retrata a tentativa de vingança do vilão Raoul Silva (Javier Bardem) contra a o serviço secreto britânico e sua líder, M (Judi Dench), conseguiu uma arrecadação total de 1,108 bilhão de dólares

‘Transformers: A Era da Extinção’ (2014)

O quarto episódio da franquia dos carros-robôs alienígenas faturou 1,104 bilhão de dólares. A Era da Extinção se passa alguns anos após o confronto devastador entre os Autobots (robôs extraterrestres do bem) e Decepticons (robôs extraterrestres do mal), que destruiu a cidade de Chicago em Transformers: O Lado Oculto da Lua (2011). Na nova trama, o inventor frustrado Cade Yeager (Mark Wahlberg) — que substitui o garoto-problema Shia LaBeouf — encontra um caminhão abandonado e, após levá-lo ao seu celeiro-laboratório, descobre que se trata do líder dos Autobots, Optimus Prime.

‘Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge’ (2012)

Desde antes de seu lançamento, especialistas do setor estimavam que a bilheteria do filme bateria alguns recordes. O tiroteio que aconteceu em um cinema de Aurora, nos Estados Unidos, porém, fez com que muita gente se sentisse intimidada a comparecer a alguma das salas que exibia o filme. Ainda assim, o longa conseguiu mais público do que teve o seu antecessor, Batman – O Cavaleiro das Trevas, que havia arrecadado 1 bilhão de dólares, e se tornou o segundo filme mais visto de 2012, com bilheteria de 1,084 bilhão de dólares, atrás somente de Os Vingadores.

‘Piratas do Caribe – O Baú da Morte’ (2006)

O segundo filme da saga Piratas do Caribe traz o ator Johnny Depp no papel do amalucado capitão Jack Sparrow, aqui encrencado com Davy Jones, comandante de um poderoso navio fantasma, o Flying Dutchman. No total, o longa arrecadou 1,066 bilhão de dólares desde sua estreia, em 2006. O primeiro filme da série havia atingido uma receita de 654,2 milhões de dólares.

‘Toy Story 3’ (2010)

Prestes a ir para a faculdade, o jovem Andy, de 17 anos, resolveu arrumar seu quarto e descartar coisas de que não precisaria mais, como seus brinquedos. É aí que o boneco do caubói Woody entra em ação para salvar os amigos Buzz, Jessie e Sr. Cabeça de Batatas, condenados a ir para o lixo. E assim começa mais uma – a última – aventura cômica da franquia Toy Story. A série teve início em 1995 e ganhou uma sequência quatro anos depois. No entanto, foi apenas com o terceiro filme que a Disney ultrapassou a marca do bilhão, faturando 1,063 bilhão de dólares.

‘Piratas do Caribe – Navegando em Águas Misteriosas’ (2011)

A franquia Piratas do Caribe é uma das únicas a possuir mais de um longa na lista das maiores bilheterias da história do cinema. O quarto filme da série de histórias sobre o pirata Jack Sparrow (Johnny Depp) arrecadou 1,045 bilhão de dólares, cerca de 20 milhões a menos do que o segundo capítulo da franquia. 

‘Jurassic Park: O Parque dos Dinossauros’ (1993)

Dirigido por Steven Spielberg, o filme de 1993 arrecadou 1,029 bilhão de dólares em bilheteria mundial e ganhou três estatuetas no Oscar. O roteiro narra a história de uma ilha fictícia onde um bilionário monta um parque temático, com dinossauros recriados por engenharia genética. Na primeira visita feita pelos netos do idealizador e por especialistas, uma pane deixa os animais a solta e causa uma situação de perigo para as pessoas ali presente. 

‘Star Wars: Episódio I – A Ameaça Fantasma’ (1999)

Quarto filme da saga Star Wars a ser lançado, Star Wars: Episódio I – A Ameaça Fantasma conseguiu arrecadação de 1,027 bilhão de dólares no mundo. A saga foi criada por George Lucas em 1977, quando da estreia de Guerra nas Estrelas, e é composta atualmente por sete filmes, lançados em ordem não-cronológica. Uma nova trilogia já foi iniciada pela Disney, que detém os direitos da franquia, e o primeiro filme, dirigido por J. J. Abrams, chegou as cinemas em dezembro de 2015. 

‘Alice no País das Maravilhas’ (2010)

O clássico escrito por Lewis Carroll sobre uma garota que se perde em um mundo mágico após seguir um coelho branco ganhou uma releitura sombria do diretor Tim Burton em 2010. Apesar da avaliação mediana que recebeu dos críticos de cinema, o filme surpreendeu a todos com sua estreia nos Estados Unidos, a maior da carreira de Burton, com 116,1 milhões de dólares. No mundo, o longa conseguiu arrecadação total de 1,025 bilhão de dólares.

‘O Hobbit: Uma Jornada Inesperada’ (2012)

O primeiro episódio da nova franquia baseada na obra de J. R. R. Tolkien já mostrou que foi boa a estratégia do diretor Peter Jackson de dividir a adaptação do livro O Hobbit em três filmes. A história curta, escrita para crianças, narra as aventuras do hobbit Bilbo Bolseiro (Martin Freeman) antes de ele encontrar o anel da trilogia O Senhor dos Anéis, e poderia ser facilmente contada em apenas um filme. Mas Jackson, que teve de cortar diversas narrativas paralelas de Tolkien para construir longas comerciais para a primeira saga, decidiu não economizar em O Hobbit e, claro, visar uma arrecadação maior: o filme teve bilheteria de 1,021 bilhão de dólares no mundo. 

‘Batman – O Cavaleiro das Trevas’ (2008)

O segundo longa da saga sobre o super-herói Batman dirigida por Christopher Nolan arrecadou no mundo 1,004 bilhão de dólares. Só nos Estados Unidos, a bilheteria de estreia foi de 158,4 milhões de dólares e o total no país de 533,3 milhões. No mercado externo, a maior bilheteria do filme aconteceu no Reino Unido, onde arrecadou 89 milhões de dólares. 

Downey Jr., de 48 anos, chegou tardiamente ao rentável cinema de aventura. Indicado ao Oscar em 1992 pela interpretação em Chaplin, uma biografia do ícone do cinema mudo, ele também estrelou a saga de ação Sherlock Holmes. No próximo Vingadores, ele será já um cinquentão.

(Com agência France-Presse)