Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Revista francesa condenada por fotos de topless de Kate Middleton

Justiça decide que os indivíduos, incluindo dois fotógrafos, o então editor da revista e o executivo-chefe, deverão arcar pelos danos

Um tribunal francês considerou, nesta terça-feira, seis pessoas associadas com a revista de celebridades Closer culpadas de invadir a privacidade da Duquesa de Cambridge, Kate Middleton, quando publicaram fotos dela sem camisa em 2012. O tribunal decidiu que os indivíduos, incluindo dois fotógrafos, o então editor da revista e o executivo-chefe do grupo editorial italiano, deverão arcar pelos danos.

A revista Closer, uma publicação semanal de fofocas sobre ricos e famosos, publicou uma série de fotos de Kate, esposa do príncipe William, o segundo na linha sucessória do trono britânico, sem camisa, durante férias no sul da França.

A decisão do tribunal francês veio após o anúncio, na segunda-feira, de que o casal real, alvo de fascínio de muitos no Reino Unido e de outras partes do mundo, estão esperando seu terceiro filho.

(Com agência Reuters)