Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Relembre famosos que foram ameaçados por fãs

O caso da apresentadora Ana Hickmann, feita refém por um fã obcecado que acabou morto pelo cunhado dela, no último sábado, pode ter causado espanto, mas está longe de ser um fato isolado. Ao se ver ameaçada por um admirador fora de si, a ex-modelo entrou para uma galeria de famosos – e anônimos – que já correram perigo por se tornar alvo de uma obsessão desmedida.

LEIA TAMBÉM:

Fã que atacou Ana Hickmann ia fazer ‘roleta russa’, diz delegado

Ana Hickmann surge com a família após atentado: ‘Esgotados’

Sequestrador de Ana Hickmann pode ter sofrido transtorno psicótico

Segundo o livro americano How to Deal with a Stalker: …and Other Assaults on Person or Property (Como lidar com um perseguidor: …e outras investidas contra pessoas e propriedades), de Michael Marcovici, o “stalking” é quando se recebe “atenção indesejada, assédio, contato ou qualquer outro comportamento capaz de gerar medo”. Em geral, a vítima é mulher: estudo realizado em 2006 pelo psicólogo Brian Spitzberg na San Diego State University concluiu que entre 8% e 32% das mulheres, contra algo entre 2% e 13% dos homens, são alvo de perseguição. E, em geral, o perseguidor é um conhecido da vítima.

No caso de celebridades, é frequente que o perseguidor seja desconhecido. Fãs obcecados muitas vezes acreditam conhecer bem um famoso por vê-lo sempre na TV, no cinema ou nas redes sociais, e alguns apaixonados chegam a crer que mantêm uma relação com seu objeto de desejo, confirmada por “sinais” que só fazem sentido para eles – por exemplo: se uma atriz veste uma determinada camisa, um fã pode pensar que ela fez isso para agradá-lo.