Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Rede TV! ganha batalhas por ‘Operação de Risco’ e contra as tchecas do ‘Pânico’

A Rede TV!, cujos funcionários seguem regra de não se pronunciar sobre questões legais, anunciou nesta segunda ter conquistado duas vitórias na Justiça. A primeira é pela reexibição do reality show Operação de Risco. Alegando não ter recebido a parte que lhe era cabida, a produtora Medialand parou de fornecer novos episódios do programa e pedia que a emissora parasse de reprisar os antigos. A segunda é contra as “tchecas” – na verdade, uma eslovaca e outra inglesa – que enganaram a produção do Pânico na TV. O programa, que é patrocinado por uma marca de cerveja, deu espaço a duas modelos que se diziam tchecas, sem saber que estavam ligadas a um novo rótulo de uma cervejaria nordestina. Agora, a cervejaria é obrigada a tirar de seus canais de comunicação qualquer menção à emissora.

“O Tribunal de Justiça do estado de São Paulo deferiu liminar no dia 18 do corrente mês, autorizando a Rede TV! a proceder às reexibicões da primeira e segunda temporadas sem qualquer restrição”, diz trecho do comunicado da emissora de Osasco (SP). “Por respeito aos telespectadores e anunciantes, a Rede TV! lamenta a postura prévia adotada pela Medialand, reiterando que todos os procedimentos têm o devido amparo judicial.” O reality show estava na sua terceira temporada. A primeira e segunda tiveram 27 episódios, cada. A terceira teria 39, não fosse o rompimento do contrato. Segundo a produtora, a dívida do canal chega a 400.000 reais, sem contar a multa contratual.

Sobre as modelos que enganaram o Pânico, o texto diz que liminar também do TJ/SP ordena a retirada de “particularidades com a programação da Rede TV!, apresentadores, marca etc.” pela Cia. Brasileira de Bebidas Premium – CBBP, sob a “pena de aplicacão de multa diária”.