Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Preso há 18 anos, protagonista de ‘Reality’ não comparece a Cannes

Cannes (França), 18 mai (EFE).- O ator italiano Aniello Arena foi o protagonista nesta sexta-feira em Cannes, não só por interpretar o personagem principal do filme ‘Reality’, de Matteo Garrone, mas também pela sua ausência, justificada por estar em prisão há ’18 ou 19 anos’.

Em entrevista coletiva, Garrone apresentou seu filme na competição oficial de Cannes, que conta a história de Luciano, um homem obsessivo por entrar no programa ‘Big Brother’ e que foi muito bem interpretado por Arena.

No entanto, Arena não pôde estar presente hoje no festival por estar detido na prisão de Volterra (Pisa), por causas não reveladas pelo diretor. Há 12 anos, Arena começou a fazer teatro na companhia La Fortezza, criada dentro da prisão de Volterra, e Garrone o viu atuar em uma representação.

O diretor tentou contar com ele para ‘Gomorra’, mas não obteve a autorização judicial necessária. No entanto, como ele é liberado há alguns anos para atuar fora da prisão, lhe permitiram participar de ‘Reality’, embora não pôde viajar para Cannes.

Durante a filmagem, Arena trabalhava durante o dia no filme e pela noite retornava à prisão. O ator disse não ter ficado decepcionado por não estar no festival, pois ele considera mais importante que o filme chegasse ao evento.

Quanto a sua forma de trabalhar com o ator, Garrone disse que foi muito fácil porque Arena vem do teatro e se adaptou muito bem ao cinema. ‘Ele foi se apropriando do personagem pouco a pouco’, disse o diretor.

Além disso, Garrone afirmou que o ator deu ao personagem o toque ‘inocente’ que ele buscava. ‘Ele está no meio do caminho entre Antonio de Curtis e De Niro’, afirmou o diretor, mas acrescentou: ‘é muito subjetivo o que eu digo’. EFE