Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Polícia suspeita de seguranças de Kim Kardashian em assalto

Socialite foi rendida por cinco homens, que a amarraram e trancaram no banheiro do hotel em Paris

A polícia francesa investiga se membros da equipe de segurança de Kim Kardashian estariam envolvidos no assalto à mão armado ocorrido na madrugada desta segunda-feira, em Paris. “Eles (os policiais) suspeitam que os ladrões tenham tido algum contato prévio com os seguranças da Kim, que teriam dado possíveis dicas de brechas no acesso a ela. Eles sabiam que a Kim estava sozinha no quarto”, disse uma fonte próxima à socialite ao jornal New York Post.

LEIA TAMBÉM:
Kim Kardashian implorou por sua vida durante assalto
Kim Kardashian sofre assalto em Paris e perde US$ 11 mi em joias

Horas antes do incidente, Kim elogiou sua equipe de segurança, postando uma foto no Instagram de um de seus guarda-costas e brincou: “Esse cara está sempre na minha mira”. Na semana passada, seus guarda-costas a protegeram quando Vitalii Sediuk, conhecido por fazer trote com celebridades, tentou beijar seu famoso bumbum.

Kim Kardashian ficou “profundamente abalada” depois de ter sido mantida como refém à mão arma na mansão que alugou em Paris. Cinco homens mascarados vestidos como policiais invadiram o quarto da socialite, a amarraram no banheiro e levaram joias avaliadas em 11 milhões de dólares (cerca de 35 milhões de reais). A celebridade estava na capital francesa para a Semana de Moda, mas já retornou aos Estados Unidos, onde encontrou o marido que Kanye West, que decidiu adiar alguns de seus shows para apoiar a esposa.

(Com Estadão Conteúdo)