Padrasto transgênero de Kim Kardashian bate recorde na TV

A entrevista de Bruce Jenner para a apresentadora Diane Sawyer, da ABC, foi vista por mais de 17 milhões de pessoas

O ex-atleta olímpico Bruce Jenner, hoje mais conhecido como padrasto da socialite Kim Kardashian, se assumiu transgênero em uma entrevista de mais de duas horas com a apresentadora Diane Sawyer, no programa 20/20, exibido na noite da última sexta-feira no canal americano ABC News. A entrevista foi vista por mais de 17 milhões de espectadores, número que é recorde de audiência do canal nos últimos quinze anos, de acordo com dados do instituto de pesquisa especializado Nielsen divulgados pelo site americano Deadline. O número também é o mais alto dos últimos doze anos da história da TV americana para um programa jornalístico.

Ex-atleta olímpico de declato, Jenner foi casado com socialite Kris Jenner Kardashian, protagonista do reality show americano Keeping Up with the Kardashians e mãe de Kim. O casal, que se separou em 2013, tem duas filhas, as modelos Kendall e Kylie Jenner.

LEIA TAMBÉM:

Padrasto de Kim Kardashian vira documentário – e também mulher

Kim Kardashian é apontada como pivô do divórcio de Mariah Carey

Apesar de assumir seus planos de se tornar uma mulher, Jenner afirmou que não se considera gay. “Não, eu não sou homossexual”, disse. “Eu sou heterossexual. Eu nunca estive com um homem. Eu sempre fui casado e me mantive ocupado criando os meus filhos.” Um tanto confuso, no final da entrevista, o ex-atleta usou o termo “assexuado” para se definir.

“A minha vida toda foi uma preparação para essa mudança. Não foram só os últimos dias, não sou uma piada”, disse Jenner sobre o fato de a sua história ter se tornado o assunto preferido dos veículos de fofoca. “Tenho me preparado para este grande momento. Quero aproveitá-lo e fazer da forma certa. Eu sou mulher.”

Questionado sobre a mudança de sexo, Jenner não descartou a possibilidade, mas disse que, caso opte pelo procedimento, ele será feito de maneira muito discreta para ninguém notar. O ex-patriarca do clã das Kardashians também assumiu fazer uso de hormônios femininos há mais de um ano, o que, segundo ele, ajuda mais no controle emocional do que na transformação do corpo.

A família Kardashian, especialmente Kim, afirmou apoiar a decisão de Jenner. “Eu acredito que Bruce deva contar a sua história do seu jeito. Acredito que todos passem por situações difíceis na vida. Este é o desafio de Bruce”, disse Kim em entrevista ao programa Entertainment Tonight, do canal americano CBS.

(Da redação)