Os melhores restaurantes italianos de Porto Alegre

Confira os endereços da categoria que valem a visita

O roteiro a seguir, com 11 estabelecimentos, integra a edição digital de VEJA COMER & BEBER PORTO ALEGRE 2017/2018:

 

Atelier de Massas – eleito pelo júri o melhor restaurante italiano

Instalado em uma rua movimentada do Centro Histórico, o restaurante se divide em dois pavimentos, ambos com uma profusão de quadros, fotografias e esculturas. As obras de arte expostas são de autoria de mais de quarenta artistas, entre eles o dono da casa, Gelson Radaelli. Além de suas pinturas, Radaelli assina as criações do menu, que tem nas massas de produção própria sua especialidade. Na lista de sugestões, estão o espaguete camerata (R$ 65,30 no almoço e R$ 70,10 no jantar), que reúne lula, polvo, camarão, mexilhão, aspargo e caldo de peixe, e o tortelloni à stefa no (R$ 74,80 no almoço e R$ 91,60 no jantar, para duas pessoas), preenchido com queijo de cabra e espinafre na noz-moscada. Outra marca registrada do lugar é o bufê de antepastos (R$ 109,80 o quilo). Os clientes podem escolher queijos, embutidos, pães e acepipes como o cogumelo portobello assado com gorgonzola e estragão. A carta de vinhos apresenta mais de 180 sugestões, mas vale consultar os garçons sobre as garrafas que não constam da lista. Ao som de jazz, é possível provar o gaúcho Routhier & Darricarrère Salamanca do Jarau 2012 (R$ 135,00), um cabernet sauvignon cujo rótulo também é enfeitado com um desenho de Radaelli.

Rua Riachuelo, 1482, Centro Histórico, (51) 3225-1125 (74 lugares). 11h/14h30 e 19h/23h30 (sáb. 11h/15h e 19h/23h30; fecha dom.). Aberto em 1992. $$$

 

2º Lugar – Puppi Baggio

Tem ares de casa de vó, com salão acolhedor. O abre-alas pode incluir o carpaccio de berinjela gratinada com parmesão (R$ 36,00). Na sequência, o cliente monta seu prato, escolhendo a massa e o molho de sua preferência. Uma combinação possível é o talharim envolto em molho que leva iscas de filé, cogumelo-de-paris, alecrim e nata (R$ 105,00, para duas pessoas). Entre as pizzas, a carbonara (R$ 64,00, com oito fatias) reúne mussarela de búfala, pancetta, ovos de codorna estalados, parmesão e salsinha sobre o disco de massa. No arremate, vai bem a tortinha de nozes com sorvete de creme (R$ 14,00).

Rua Dinarte Ribeiro, 155, Moinhos de Vento, (51) 3346-3630 (80 lugares). 11h45/15h e 19h30/0h (sáb. e dom. 12h/16h e 19h30/0h; fecha seg.). Aberto em 1999. $$

 

3º Lugar – Peppo Cucina

Ocupa uma charmosa casa da década de 50. O couvert (R$ 12,50 por pessoa) inclui patê de fígado, manteiga, pães artesanais e cogumelos ao vinho tinto. Na ala dos principais, o tagliata di manzo é um filé-mignon fatiado coberto com cogumelos sobre cama de rúcula e servido com purê de mandioquinha com amêndoas (R$ 89,00). Entre as massas, aparece o tortelloni com recheio de ricota, nozes e damasco ao molho de cordeiro com vinho e creme de leite (R$ 63,00). Para harmonizar com os pratos, há mais de 300 rótulos de vinho.

Rua Dona Laura, 161, Rio Branco, (51) 3019-7979 (100 lugares). 11h30/14h30 e 19h/0h (sáb. almoço até 16h; fecha dom.). Aberto em 2004. $$$

 

Al Dente Ristorante

Receitas tradicionais da culinária italiana, especialmente da região norte, são oferecidas no restaurante, que tem salão sofisticado e acolhedor. No menu, destacam-se o tagliatelle ao molho de funghi, conhaque e nata (R$ 60,00) e o clássico espaguete à carbonara (R$ 36,00). Entre as especialidades exclusivas da casa, o pacote de camarões (R$ 106,00) é preparado com o fruto do mar e trufas negras ao molho de vinho do Porto, manjericão e nata, embrulhados em massa verde. Para fechar, os miniprofiteroles são servidos com calda de chocolate, chantili e sorvete de creme (R$ 18,00).

Rua Mata Bacelar, 210, Auxiliadora, (51) 3343-1841 (40 lugares). 11h30/14h e 19h30/23h (sex. e sáb. jantar até 0h30; fecha dom). Aberto em 1988. $$

 

Abbraccio Cucina

A casa inaugurada no primeiro semestre de 2017 tem cozinha à vista dos clientes. Saem de lá pratos como o pappardelle com vitela e cogumelos ao molho alfredo e infusão de sálvia (R$ 65,00) e o filé-mignon ao molho de vinho marsala com presunto cru e cogumelos (R$ 66,50). As sangrias italianas de frutas vermelhas ou frutas cítricas (R$ 62,00 a jarra) são ideais para compartilhar.

Shopping Praia de Belas, (51) 3217-9820 e 3231-4029 (260 lugares). 11h30/15h e 17h30/23h (sáb. 12h/0h; dom. e feriados 12h/22h30). Aberto em 2017. $$

 

Cantina do Toco

Com mesas ao ar livre, o casarão localizado perto da orla do Guaíba é coordenado pelo chef Toco Taffarel, que prepara o filé-mignon à parmigiana servido com arroz e batata frita ou grelhada (R$ 82,00, duas pessoas), o líder de pedidos. Para petiscar, o combo com pães, azeitonas, queijo, salame e ovos de codorna (R$ 22,00) combina com o chope Terapia (R$ 9,00, 300 mililitros).

Rua Ladislau Neto, 45, Ipanema, (51) 3248-6644 (47 lugares). 19h/23h (sáb. também almoço 12h/15h; dom. só almoço 12h/16h; fecha qua.) Aberto em 1999. $$

 

Copacabana

Referência entre os restaurantes italianos da capital, o endereço varia a oferta de entradas com linguiça calabresa com farofa (R$ 17,00 a porção) e mix de folhas verdes (R$ 14,50). Para o almoço ou o jantar, a lasanha ao funghi (R$ 53,50) e o risoto de camarão com abobrinha e alho poró (R$ 56,00) têm preferência entre os pedidos.

Praça Garibaldi, 2, Cidade Baixa, (51)3221-4616 e 3225-9885 (350 lugares). 11h30/15h e 18h30/23h30 (sáb. e dom. almoço até 16h; fecha seg.). Aberto em 1939. $$

 

A Massa

No pequeno menu são listadas doze receitas feitas com massa fresca de farinha de sêmola de grano duro e ovos caipira. Há, por exemplo, espaguete com almôndegas (R$ 43,80) e fettuccine regado com mix de cogumelos cremosos (R$ 42,50), salsinha e queijo grana padano.

Rua Dinarte Ribeiro, 22, Moinhos de Vento, (51) 3279-3722 (44 lugares).  11h30/15h30 e 18h30/23h (sáb. e dom. almoço a partir das 12h; sex. e sáb. jantar até 23h30; fecha seg. e dom. no jantar). Aberto em 2016. $$

 

Taverna Monte Pollino

No lugar de decoração simples são servidos pratos em quantidades generosas. Para começar os trabalhos, a berinjela recheada com queijo, cebola, alho e azeitona (R$ 18,00) é líder de pedidos. O talharim ao molho de quatro queijos com presunto e cogumelo-de-paris mais dois medalhões de filé mignon serve bem duas pessoas (R$ 64,00), mas também pode ir à mesa em versão individual (R$ 44,00).

Rua Barão do Gravataí, 531, Cidade Baixa, (51) 3224-2372 (90 lugares). 11h45/14h e 19h/23h30 (dom. só almoço até 14h30; fecha seg.). Aberto em 1986. $

 

Tutto Riso

Antes de provar uma das 25 versões de risoto, especialidade da casa, comece a refeição pelo mix de antepastos, com especialidades italianas como berinjela, picles, abobrinha italiana, queijo, pães e pastinhas (R$ 50,00 para quatro pessoas). Na sequência, prove o risoto do chef (R$ 88,00), preparado com vinho cabernet, linguiça colonial, pimenta vermelha e radicchio, ou o mediterrâneo (R$ 102,00), que leva salmão e abobrinha flambada, nata e um toque de salsinha. Todos são servidos em porção para duas pessoas.

Rua Dinarte Ribeiro, 116, Moinhos de Vento, (51) 3222-1934 (56 lugares). 19h30/0h (sáb. também almoço 12h/15h; fecha seg. e dom.). Aberto em 2002. $$

 

Usina de Massas

Tanto o almoço quanto o jantar podem ser iniciados com a bruschetta de gorgonzola com tomate e manjericão (R$ 12,00). Na etapa principal, há espaguete com molho de tomate e almôndegas recheadas de mussarela de búfala (R$ 77,00). No arremate, a sobremesa batizada de escândalo de morango reúne a fruta mais sorvete de creme, caldas de chocolate e leite condensado e farofa de avelã (R$ 29,00).

Rua Dinarte Ribeiro, 44, Moinhos de Vento, (51) 3395-3620 e 3061-4744 (135 lugares). 12h/16h e 19h/0h. Aberto em 2002. $$