Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

‘Os Dez Mandamentos’: elenco virou noites para gravar a abertura do Mar Vermelho

Larissa Maciel, intérprete da hebreia cantante Miriã, afirma que as sequências, a 'experiência mais difícil' da sua vida, eram gravadas das 17h às 5h

A tão esperada sequência da abertura do Mar Vermelho em Os Dez Mandamentos, que deve ir ao ar no capítulo desta terça-feira na Record, exigiu bastante do elenco da novela bíblica. As filmagens, feitas em maio em sua grande parte na Fazenda Lama-Preta, em Itaguaí, Rio de Janeiro, aconteceram durante a noite, o que exigiu que os atores se mantivessem acordados madrugada adentro. “Viramos noites e noites, pois as cenas eram noturnas, e cansamos de trabalhar das 17 às 5 horas”, afirmou a atriz Larissa Maciel, intérprete da hebreia Miriã, ao site do folhetim.

Leia também:

As novas ‘pragas’ reservadas à Globo por ‘Os Dez Mandamentos’

‘Os Dez Mandamentos’: Ramsés aceita ideia de Nefertari de matar Moisés

À espera da morte do chatinho, ‘Os Dez Mandamentos’ bate recorde

“Ficávamos exaustos, passando frio, respirando poeira e pegando chuva. Subimos uma ladeira íngreme dezessete vezes correndo em apenas um dia, fugindo dos egípcios. Posso dizer que foi a experiência mais difícil que já tive”, completou. A atriz afirma que a exibição da cena trouxe ansiedade até mesmo para os atores da novela de Vivian de Oliveira. “A expectativa é muito alta para ver na TV, mas o diretor, Alexandre Avancini, mostrou alguns pedacinhos para o elenco se situar, já que não vemos coluna de fumaça ou anjo, por exemplo”. Na história, a coluna de fumaça é a responsável por guiar os hebreus até a Terra Prometida.

Daniel Siwek, que vive o hebreu Abiú na novela, afirma que o elenco teve que se esforçar para se manter acordado durante as madrugadas de gravação. “Como a maioria das cenas foi feita de madrugada, todo mundo ficava bobo com o cansaço. O jeito era contar piada e manter o bom humor. Jantávamos lá, recebíamos um lanche para segurar a fome e ficávamos em pé por 15 horas seguidas”, contou.

(Da redação)