Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Obra de Dalí roubada há sete anos é encontrada

Trata-se do quadro do pintor surrealista catalão Salvador Dali intitulado 'Adolescência', de 1941

Duas telas que haviam sido roubadas de um museu no norte da Holanda, sete anos atrás, foram encontradas pelo detetive especializado em obras de arte Arthur Brand. Foi o próprio quem anunciou o resgate das obras, em seu perfil no Twitter. “Extra: recuperamos os quadros de Dalí e De Lempicka roubados em 2009 do museu Scheringa”, escreveu. 

Trata-se do quadro do pintor surrealista catalão Salvador Dali intitulado Adolescência, de 1941, e da obra La Músico, da artista polonesa Tamara de Lempicka, de 1929. Ambas as pinturas foram roubadas em 1º de maio de 2009, em plena luz do dia.

LEIA TAMBÉM:
Diário com anotações e desenhos de Salvador Dalí vai a leilão
Pequeno guia para desconstruir Salvador Dalí

Vários homens encapuzados invadiram o museu e ameaçaram os funcionários e visitantes com uma arma antes de roubarem as duas obras e fugir em um veículo em poucos minutos.

Os dois quadros caíram nas mãos de um grupo criminoso na forma de moeda de troca. Foi o mesmo grupo que contactou o detetive através de um intermediário, explicou o investigador ao jornal holandês De Telegraf. “A organização não queria ser culpada da destruição ou revenda de obras de arte”, disse Brand, acrescentando que as pinturas roubadas são muitas vezes utilizadas como garantia em operações entre grupos criminosos.

O detetive entregou as pinturas em bom estado a um investigador da Scotland Yard, em contato com o proprietário legítimo das obras, cuja identidade não foi revelada, que havia emprestado ao museu.

Arthur Brand lembrou no Twitter, que a tela de Tamara de Lempicka aparece nos primeiros segundos do clipe de Vogue, de Madonna:

(Com agência France-Presse)