Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Obama parabeniza Bob Dylan, um de seus ‘poetas favoritos’

'Um bem merecido prêmio Nobel', escreveu o presidente americano no Twitter

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, comemorou a escolha do Prêmio Nobel de Literatura, que nesta quinta-feira foi dedicado a Bob Dylan, um de seus “poetas favoritos”. “Felicitações a um dos meus poetas favoritos, Bob Dylan, por um bem merecido prêmio Nobel”, escreveu Obama no Twitter.

Em sua mensagem, o presidente americano disponibilizou um link para uma lista com 75 músicas na rede Spotify, que incluía clássicos de Dylan como Blowin’ in the Wind, The Times They Are a’Changin’, Like a Rolling Stone, e Mr. Tambourine Man, entre outras.

Em 2012, Obama outorgou a Dylan a Medalha da Liberdade em cerimônia na Casa Branca na qual destacou que a voz única do cantor “redefiniu a mensagem que a música transporta e a maneira como mexe com os sentimentos das pessoas”. Obama disse que “não há ninguém mais gigante na história da música americano”, como demonstra a influência das letras e da música de Dylan em gerações de músicos em todo tipo de gêneros.

A academia sueca surpreendeu o mundo nesta quinta-feira ao anunciar o prêmio a Dylan, que se tornou o primeiro compositor a receber o Nobel de Literatura. Dylan foi premiado por ter “criado novas formas de expressão poética dentro da grande tradição da música americana”.

Robert Allen Zimmerman, Bob Dylan, um neto de imigrantes judeus procedentes da Rússia, nasceu em 24 de maio de 1941 em Duluth (Minnesota). Aos 75 anos, continua percorrendo o mundo com uma gaita e um violão em uma turnê batizada como Sem Fim, cuja próxima parada está prevista para esta quinta-feira em Las Vegas, Estados Unidos.

 

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Ataíde Jorge de Oliveira

    A América é Novo Mundo, ao menos para a Suécia e sua Academia!

    Curtir

  2. Cláudio Moura

    Bob Dylan está virando Vincent Price. Sinistro é pouco.

    Curtir