Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

O que José Mayer e a Globo têm a dizer sobre acusação de assédio

Figurinista assistente da novela ‘A Lei do Amor’ afirma que o ator abusou sexualmente dela nos estúdios da emissora

O ator José Mayer negou ao jornal Folha de S.Paulo ter assediado sexualmente a figurinista assistente da novela da Globo A Lei do Amor, Susllem Meneguzzi Tonani. “Respeito muito as mulheres, meus companheiros e o meu ambiente de trabalho e peço a todos que não misturem ficção com realidade”, disse o ator à publicação. “As palavras e atitudes que me atribuíram são próprias do machismo e da misoginia do personagem Tião Bezerra (seu personagem na novela), não são minhas! Nesses 49 anos trabalhando como ator sempre busquei e encontrei respeito e confiança em todos que trabalham comigo.”

A figurinista assinou um relato publicado na madrugada desta sexta-feira no blog #AgoraÉQueSãoElas, do jornal Folha de S. Paulo. No texto, ela afirmou que o desconforto com o ator começou quando ele fez elogios “simples”: “Como você é bonita”, “como sua cintura é fina”, “como você se veste bem”. Depois, segundo ela, o assédio ficou mais pesado e ele teria dito: “Fico olhando a sua bundinha e imaginando seu peitinho” e “você nunca vai dar para mim?”, e culminou em fevereiro deste ano, quando ele tocou sua genitália, na presença de outras mulheres, que, segundo ela, não ficaram constrangidas e chegaram a rir da situação.

Depois do episódio, ela afirma que passou a evitar Mayer. Ao encontrá-lo novamente no set de gravação, o ator “ameaçou me tocar novamente se eu continuasse a não falar com ele. E eu não silenciei. ‘VACA’, ele gritou”, diz o relato da figurinista. Em seguida, ela conta que procurou o RH, a ouvidoria e o departamento que cuida dos atores da Globo, que prometeu “tomar as medidas necessárias”.

Em nota, a TV Globo afirmou que “repudia toda e qualquer forma de desrespeito, violência ou preconceito. E zela para que as relações entre funcionários e colaboradores da emissora se deem em um ambiente de harmonia e colaboração, de acordo com o Código de Ética e Conduta do Grupo Globo. Todas as questões são apuradas com rigor, ouvidos todos os envolvidos, em busca da verdade. Desta forma e tendo o respeito como um valor inegociável da empresa, esse assunto foi apurado e as medidas necessárias estão sendo tomadas. A Globo não comenta assuntos internos”.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Globo precisa dar satisfações ao publico senão sera vista como uma empresa que o abuso impera. E toda mensagem que ela passa sobre valores nao vai passar de balela. Essa admistracao atual da Globo incluindo Globonews é temerária. Nunca houve tanto repudio a emissora. Se está ocorrendo coisas erradas na emissora ta na hora de trocar os dirigentes para que troquem os jornalistas e artistas que estão manchando sua história.

    Curtir

  2. Waldemor Weick

    Cara pelo que vejo o assédio era todo dia, se ela gravou ou se tiver testemunha ganha 1 milhão facilzinho da globulosa e do velho tarado.

    Curtir

  3. O vilão metido a galã caiu do cavalo pois a moça tem provas do que está dizendo. Nessa era de smart phone, ele foi é muito burro! Aguardem e verão o que vem por ai…

    Curtir