Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Vídeo: o ousado bastidor da animação ‘Kubo’, candidata ao Oscar

Filme de samurai em stop-motion narra a história de jovem japonês em busca de suas origens

A animação Kubo e as Cordas Mágicas já arrebatou a crítica fora do Brasil e tem sido apontada como uma das principais concorrentes ao Oscar de filme animado em 2017. Não é para menos. O longa da produtora Laika, a mesma de Coraline e o Mundo Secreto (2009) e ParaNorman (2012), apresenta uma primorosa influência da estética japonesa aliada à trabalhosa técnica de stop-motion.

A trama acompanha a história de Kubo, um garoto que passa por uma jornada para salvar sua família e resolver o mistério da morte do pai. Ele conta com a ajuda de uma macaca e de um besouro – dublados no original por Charlize Theron e Matthew McConaughey, respectivamente.

LEIA TAMBÉM:
Pixar ensina a arte (e a ciência) da animação – em português
Animações dominam bilheteria no Brasil e nos EUA

Para fazer o pequeno samurai, o estúdio produziu trinta bonecos de Kubo de 23 cm cada. Sozinho, o personagem soma mais de 48 milhões de expressões faciais. No total, o longa levou cerca de dois anos para ser feito, com 60 milhões de dólares de orçamento. A animação está marcada para estrear no Brasil no dia 13 de outubro.

Confira no vídeo abaixo os bastidores da produção: