Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Nova Miss Estados Unidos é negra e cientista nuclear

Kara McCullough também tem chamado a atenção por sua posição política de direita

Vencendo 50 candidatas, a cientista nuclear Kara McCullough foi coroada Miss Estados Unidos na noite de domingo, 14, em Las Vegas. A bela de 25 anos, que representou o Distrito de Columbia, nasceu em Veneza, na Itália, e cresceu em Virginia Beach, na Virgínia, estado americano.

Kara tem licenciatura em química, trabalha na Comissão Reguladora Nuclear dos EUA e disse que quer incentivar jovens a seguir carreira na ciência. Respondendo às perguntas do concurso, ela mostrou que tem opiniões fortes e controversas. Para a Miss EUA 2017, o acesso à saúde não é um direito, mas um privilégio que se conquista por meio do trabalho.

A jovem também afirmou que não é adepta do feminismo, que considera intransigente. “Mulheres são iguais aos homens no mercado do trabalho”, justificou, apesar de dados da Associação Americana de Mulheres Universitárias afirmarem que mulheres ainda ganham 80% menos do que homens que ocupam o mesmo cargo no país.

Nas redes sociais, as respostas em relação à nova Miss EUA dividiram opiniões, inclusive a imprensa. “Que refresco você é para esse concurso”, disse a colunista conservadora de direita Cheryl K. Chumley, do jornal The Washington Post. Kara McCullough representará o país no Miss Universo 2018, ainda sem data.

(Com Estadão Conteúdo)

 

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Marcio da Silva

    Linda e com opiniões coerentes! Se disser que também é contra as cotas racialistas será a mulher perfeita!

    Curtir

  2. mulheres ganhão 80 % menos que homens? então isso não é trabalho e sim escravidão, mas uma pesquisa feita por feministas mal amadas. sobre a moça é linda, inteligente e de opinião, sonho para qualquer homem que se preze.

    Curtir

  3. se essa é a mais bonita fico imaginando a mais feia…e o que seria da pesquisa nuclear sem a inteligente dessa moça.

    Curtir

  4. Lago Gonçalves

    Vou insistir, por que a Veja pergunta se quero receber as notícias importantes se meu comentário nunca é aceito?
    Esta miss americana, Inteligente, bem sucedida profissionalmente, linda, só poderia ser de direita, ela é a imagem da direita, realizada, já mulheres esquerdistas em geral mal humoradas, atribuem suas FRUSTRAÇÕES AOS OUTROS, não gostam de gente competente e realizada, as invejam e adoram chamar as pessoas com as quais não conseguem argumentar de fascistas, quando na verdade elas são fascistas.

    Curtir

  5. Alonso Infocell

    MAS UMA PROPAGANDA ANTIRRACISMO,TUDO FACHADA DE MARKET

    Curtir

  6. Bastante desbotada. Por que negra?

    Curtir

  7. José Carlos Lopes de Oliveira

    Não entendi a referência ao fato dela ser negra. É uma mulher norte-americana e pronto. Em tempo: bonita ela não é.

    Curtir

  8. Quando esquerdista não gosta de alguém ele chama de “conservador de direita” mas quando a Associação Americana de Mulheres Universitárias é usada como referência, ela não é classificada de esquerda não…

    Curtir