Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Morre no Rio a jornalista Sandra Moreyra, da TV Globo

Ela tinha 61 anos, 40 deles de carreira, e lutava contra um câncer

Morreu nesta terça-feira, no Rio de Janeiro, a jornalista Sandra Moreyra, da TV Globo. Sandra, que tinha 61 anos de idade e 40 de carreira, lutava desde 2008 contra o câncer, que voltou a enfrentar em outubro, ao receber um novo diagnóstico da doença. “Novamente estou sendo posta à prova. Mais um tratamento pra fazer. Eu amo a vida. E vou em frente”, escreveu ela no último dia 22, em seu perfil no Twitter.

LEIA TAMBÉM:

Globo chega aos 50, ainda como um caso raro

Na Globo, onde iniciou carreira em Minas Gerais, nos anos 1980, Sandra Moreyra tomou parte de coberturas relevantes, como a da morte de Tancredo Neves, a do Plano Cruzado, a do acidente radioativo em Goiânia, com Césio 137, a da tragédia do iate Bateau Mouche, a da Rio-92, a da chacina de Vigário Geral e a da ocupação do Complexo do Alemão, e atuou em diversos telejornais, como o RJTV, Jornal Nacional, Globo Repórter e Bom Dia Brasil. De 1999 a 2004, atuou na parte gerencial e administrativa do canal pago GloboNews.

Sandra, que nasceu no Rio de Janeiro, em 28 de agosto de 1954, filha do cronista esportivo Sandro Moreyra e neta do jornalista Álvaro Moreyra, era irmã da também jornalista e diretora da GloboNews, Eugênia Moreyra. Sua trajetória como repórter começou em 1975, no Jornal do Brasil. Antes de chegar à Globo, passou pela TV Aratu, na época afiliada da emissora da família Marinho, pela TV Manchete e pela TV Bandeirantes.