Morre Jonathan Demme, diretor de ‘O Silêncio dos Inocentes’

Americano de 73 anos sofreu complicações derivadas de um câncer no esôfago

Jonathan Demme, diretor do suspense O Silêncio dos Inocentes (1991), filme que lhe rendeu o Oscar, morreu nesta madrugada em Nova York, aos 73 anos, por complicações derivadas de um câncer no esôfago. O cineasta americano, que também tinha problemas no coração, fez tratamento contra o câncer em 2010, mas teve uma reincidência em 2015 e seu estado de saúde piorou nas últimas semanas. As informações são do site IndieWire.

Além de O Silêncio dos Inocentes, entre seus trabalhos mais lembrados estão Filadélfia (1993), protagonizado por Tom Hanks, Denzel Washington e Antonio Banderas, Sob o Domínio do Mal (2004) e O Casamento de Rachel (2008).

Recentemente, ele dirigiu Meryl Streep na comédia Ricki and the Flash: De Volta pra Casa (2015) e depois comandou o documentário Justin Timberlake + the Tennessee Kids (2016).

Demme se casou duas vezes — primeiro com Evelyn Purcell e depois com Joanne Howard, com quem teve três filhos: Ramona, de 29 anos, Brooklyn, de 26 anos, e Jos, de 21 anos.

O diretor será enterrado em uma cerimônia familiar privada. Em vez de flores, a família pediu doações para uma organização com sede na Flórida, que trabalha para proteger imigrantes, a ONG Americans For Immigrant Justice.

(Com agências EFE e France-Presse)