Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

‘Virgem Maria foi primeira feminista’, diz restauradora em filme

Documentário ‘Marias’ trata do poder do feminino através da fé na Nossa Senhora em países da América Latina

O documentário Marias, que trata do poder do feminino manifestado através da fé em Nossa Senhora em países da América Latina, ganhou trailer que pode ser conferido em primeira mão no site de VEJA. No vídeo, diversas mulheres falam sobre Maria e o que a santa representa para elas.

“Maria foi a primeira feminista do mundo”, diz Maria Helena Chartuni, responsável pela restauração da imagem da santa que ficava na Basílica de Aparecida quando ela sofreu um atentado em 1978. “Você imagina que com 15, 16 anos, ela recebe a notícia de que ela vai engravidar, solteira, em uma sociedade em que as mulheres eram apedrejadas. Precisa ter muita coragem.”

LEIA TAMBÉM:
Virgem Maria vira ícone da moda em exposição na França

“Maria é a mulher que está no morro, que tem seus filhos, o marido abandona e ela cria esses filhos. Ela vai buscar um outro parceiro e tem um sorriso”, “A virgem representa a mãe” e “A imagem tem o poder de operar como um espelho, reflete para as pessoas sua própria capacidade, sua própria energia” são frases que constam em outros depoimentos.

O filme de Joana Mariani foi rodado entre 2009 e 2013 e mostra também as festas dedicadas à Virgem Maria no Brasil, Peru, Nicarágua, Cuba e México. O documentário tem estreia prevista para 17 de novembro em circuito comercial, mas será exibido neste domingo, às 18 horas, dentro da programação do Festival do Rio, na Praça Mauá/Boulevard Olímpico.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Fred Mancila

    É verdade, tenho que concordar:
    . Mãe dedicada;
    . Esposa Fiel;
    . Religiosa;
    . Sempre ao lado do esposo e da família;
    . Participante dos sofrimentos proprios e alheios;
    . Nunca pensou em sí própria;
    . Não abortou;
    . Sofreu com o sofrimento do filho;
    . Foi a ligação entre o Criador e seu povo;
    . etc. etc. etc.
    Enfim, foi e é o exemplo de mulher, de mãe e de fé!

    Salve Rainha!

    Curtir

  2. igor leite batizaco

    pelo amor de deus chama-lá de feminista e um insulto, ela pregava para todos e não só pras mulheres,e se ela fosse feminista, ela ia abortar o filho dela, não ia acreditar em deus, ia botar imagens na vagina, não insultem a virgem maria suas feministas de bostas, vocês não querem o bem das mulheres, vocês querem pecar querem ir contra a bíblia, malditas feminazis.

    Curtir

  3. Paulo Bandarra

    Vale qualquer coisa hoje em dia. O Papa não defendeu a homossexualidade afirmando o que Jesus jamais disse? Neste caso vale a mesma coisa falsa.

    Curtir

  4. Adriano Titonelli

    Tem que cortar o fornecimento de maconha dessa cambada de restauradores…

    Curtir

  5. Aloisio Barros

    Maria está acima de qualquer título humano. Absurdo dizer que ela foi a primeira feminista num tempo em que nem de longe se sabia dessa nomenclatura. As feminazes lançam mão de tudo para justificar sua ideias. Mais repeito com a Virgem Maria, por favor.

    Curtir

  6. Nossa Senhora não era sozinha nem mãe solteira. Ela estava prometida a José e os dois se casaram. Ela foi feminina e não feminista, nunca brigou por nenhuma causa. Uma afirmação dessas deve ter partido de quem nunca leu o Evangelho.

    Curtir