Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Livro narrado por Christian Grey também pode virar filme

Universal possui o direito de adaptar a trama, porém os atores Jamie Dornan e Dakota Johnson não assinaram contrato para spin-offs

No dia 18 de junho, será lançado nas livrarias de língua inglesa o livro Grey, derivado de Cinquenta Tons de Cinza e escrito pela mesma autora, E.L. James. O novo romance sadomasoquista, narrado agora pela perspectiva do personagem Christian Grey, pode virar filme, de acordo com o site da revista The Hollywood Reporter.

LEIA TAMBÉM:

’50 Tons’: após briga com autora, diretora deixa franquia

Autora reescreve ’50 Tons’ sob a ótica de Christian Grey

Problema do filme ’50 Tons’ é o mesmo do livro: a autora

Detentora dos direitos de adaptação de Grey para os cinemas, a Universal pretende fazer uso deles. Entretanto, as estrelas dos longas originais, Dakota Johnson, que interpreta Anastasia Steele, e Jamie Dornan, o bilionário Grey, só assinaram contrato para a trilogia no cinema, e, por enquanto, não possuem compromisso com o spin-off.

Donna Langley, diretora da Universal, prefere não comentar os assuntos referentes a Grey, já que tem outros problemas para resolver, como encontrar um novo diretor para o segundo filme da franquia. Sam Taylor-Johnson, que comandou o primeiro longa, saiu da trilogia após uma série de desentendimentos com E. L. James. Segundo Sam, a autora seria muito “controladora”.

Os lançamentos das versões para o cinema de Cinquenta Tons mais Escuros e Cinquenta Tons de Liberdade estão marcados para 10 de fevereiro de 2017 e 9 de fevereiro de 2018, respectivamente.