Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Líbano quer banir ‘Mulher-Maravilha’ por atriz israelense

Protagonista do novo filme da DC Comics, Gal Gadot já foi miss Israel e serviu no exército de seu país

O Líbano quer banir o filme Mulher-Maravilha do país por causa de sua protagonista, a atriz Gal Gadot, que é israelense, segundo o site da revista Entertainment Weekly. De acordo com reportagem da Associated Press, um pedido formal de proibição do longa no país ainda não foi feito – para ser aberto, o processo precisa de uma recomendação de um comitê formado por seis membros do Ministério da Economia libanês.

O Líbano está em guerra com Israel há décadas – produtos israelenses são boicotados e libaneses são proibidos por lei de viajar ao país vizinho ou de fazer negócios com israelenses. Filmes ligados a Israel já foram banidos no Líbano em outras ocasiões, como em 2013, quando o longa O Atentado (2012), que trata de terrorismo e se passa em Tel Aviv, deixou de estrear no país.

Cartazes de Mulher-Maravilha estão espalhados por Beirute, a capital do Líbano, onde o filme está previsto para estrear nesta quarta-feira. Gal Gadot já foi Miss Israel e integrou o exército israelense por dois anos, cumprindo o serviço obrigatório exigido no país.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Osmar Serrragem

    Em bom português, isto é que é ser recalcado e conplexado. O resto é conversa…

    Curtir

  2. marcelo mendes

    Pro resto do mundo, não muda nada. Vão ter que escolher artista para agradar ao Líbano. …tá bom….

    Curtir

  3. Ataíde Jorge de Oliveira

    CéU$
    Quanta BeLLeZa!
    TuDo_é : PurA_ïLLü$ãO
    vejA
    g1
    “”Dois delegados da PF são mortos a tiros em Florianópolis
    “Um deles era responsável por investigar o acidente aéreo que matou o ministro do
    STF Teori Zavascki.””
    VEjA

    Curtir