Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Leilão vende 2 gravuras de Picasso por mais de US$ 200 mil em N.York

Nova York, 24 abr (EFE).- Duas gravuras de Pablo Picasso foram vendidas nesta terça-feira em Nova York por mais de US$ 100 mil cada uma durante um leilão na casa Christie’s, no qual foram vendidas obras de Joan Miró, Salvador Dalí, Henri Matisse e Marc Chagall, que alcançaram um preço total de mais de US$ 3 milhões.

O leilão, que continuará nesta quarta-feira, inclui gravuras realizadas entre 1910 e a primeira década deste século, com preços que oscilam entre US$ 1 mil e US$ 250 mil, para que colecionadores de todo tipo tenham a oportunidade de adquirir uma destas obras.

Uma das peças estrela foi uma litografia realizada por Picasso (1881-1973) em 1958, intitulada ‘Mulher com blusa de flores’, pela qual foram pagos US$ 110.500, segundo informou a casa de leilões em comunicado à imprensa.

Outra das obras mais cotadas foi ‘Retrato de Jacqueline 2’, uma gravura em linóleo pintada em 1962 que alcançou um preço de US$ 104.500.

O quadro mais caro foi do russo Chagall (1887-1985), realizado em 1976 e intitulado ‘Louis Aragon, aquele que dizia as coisas sem dizer nada’, pelo qual foram pagos US$ 146.500.

Outros artistas espanhóis com criações no leilão foram Miró (1893-1983) e Dalí (1904-1989).

Entre as obras vendidas primeiro, tiveram destaque a colorida gravura ‘Séquito para o rei Ubu’, que alcançou US$ 80.500; a litografia ‘Constelações’, pela qual foram pagos US$ 74.500, e a água-tinta ‘Gargantúa’, por US$ 52 mil.

De Dalí se sobressaiu a obra ‘Moisés e o monoteísmo’, de 1974, pela qual foram pagos US$ 22.500. O mesmo preço foi alcançado por duas gravuras de Matisse (1869-1954), ‘Nu deitado de costas’ e ‘Mão esquerda sobre o ombro’.

O leilão, que por enquanto obteve pouco mais de US$ 3 milhões, continuará nesta quarta-feira, com destaque para um retrato de Liz Taylor realizado por Andy Warhol, que poderia alcançar US$ 150 mil. EFE

mq/dsm