Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Leandro Hassum faz montagem com pai morto – com quem não tem foto

Relação do ator foi conturbada com Carlos Alberto, que descobriu, aos 21 anos, fazer parte da máfia italiana

Considerado uma “página dolorida” em sua vida, o pai de Leandro Hassum, Carlos Alberto, foi homenageado pelo ator em uma montagem no Instagram — o humorista precisou colar imagens de ambos porque eles não têm uma foto juntos. Os dois tiveram uma relação conturbada depois que Hassum descobriu, aos 21 anos, que o pai era traficante e membro da máfia italiana.

“Hoje é dia do abraço. Tem um abraço que não dou há muito tempo. E, pelo menos nessa vida, não darei mais. Meu pai. Descobri que não tinha nenhuma foto com ele. Achei essa no Facebook da minha mãe e fiz uma montagem bem tosca. Pai, tivemos nossas diferenças, mas nos teus braços sempre me senti protegido quando menino e quando precisei. Há dias em que preciso desse abraço. Te amo. Sempre te amei e sempre vou te amar”, escreveu Hassum.

Em 2015, Hassum falou pela primeira vez sobre o pai em entrevista a Marília Gabriela, no GNT, quando revelou que ele fazia parte da máfia. “Em 1994, ele foi preso por tráfico internacional de droga. Meu pai era responsável pelo transporte da droga do Brasil para a Europa e para os Estados Unidos. Fazia parte da máfia italiana. Isso foi na década de 1990. Meu pai foi preso no dia 14 de novembro de 1994. Eu não tinha a menor noção. Hoje, eu olho para trás e falo assim: ‘Como é que eu não percebi alguns sinais, como eu não notei isso?'”, disse.

O humorista só soube o que o pai fazia quando já era adulto. “Eu recebi uma ligação dizendo: ‘Vem para cá, o papai foi preso’. Meu chão caiu naquele momento. Ele me amou muito e era um grande pai. Tinha na cabeça dele o tráfico como sendo uma profissão. Até a morte, disse que não era traficante, mas comerciante. Um dia, ele me tirou da sala de aula para ir para a Europa. Era demais. Só descobri depois que ele estava fugindo. Foi uma grande decepção na minha vida. Foi tudo por água abaixo”, completou.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Sergio Bertoni

    Lamentável! Q pena.

    Curtir