Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Kesha diz que tentou suicídio com assédio de Dr. Luke

Após batalha judicial para se livrar do contrato com seu suposto estuprador, a cantora confessa que tentou acabar com a própria vida após abusos

Depois de dois anos em silêncio, a cantora Kesha deu uma entrevista ao The New York Times e confessou ter tentado suicídio enquanto estava sob a gestão de Dr. Luke (Lukasz Gottwald), um dos maiores produtores da música pop americana. Kesha o acusou de assédio sexual, abuso físico, moral, entre outros crimes.

Segundo Kesha, durante a turnê do álbum Warrior, o último lançado por ela, Luke passou a fazer críticas pesadas sobre o seu peso. “Eu estava sob uma imensa pressão para passar fome”, disse ela ao Times. “Eu tentei e quase me matei no processo.”

A cantora pop processou Dr. Luke em outubro de 2014, alegando ter sofrido abusos de vários tipos ao longo de dez anos. Em um dos episódios narrados por ela, o produtor a teria drogado e estuprado. No processo, Kesha pedia a revogação de seu contrato com Luke e a gravadora Sony Music. No começo de abril, no entanto, a Suprema Corte de Nova York decidiu que Luke é inocente das acusações movidas pela artista. Kesha retirou as acusações contra Luke em agosto deste ano, mas afirmou ao Times que ela ainda não se sente livre.