Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Jon Hamm sugere derivado de ‘Mad Men’ com affaire de Sally e Kurt Cobain

Para o ator, a filha do protagonista Don Draper daria uma nova série, ambientada nos anos 1980 e 90

A série de TV Mad Men chegou ao fim depois de oito anos e 92 episódios. Mas, como um desses títulos populares que deixam saudade, o programa pode ganhar um derivado (spin-off, em inglês). Ao menos, na opinião de Jom Hamm, ator que deu vida ao conturbado publicitário Don Draper, e sugeriu, em entrevista à revista americana Entertainment Weekly que se fizesse uma série centrada em Sally Draper (Kiernan Shipka), a filha adolescente de Don. Na história, ambientada entre os anos 1970 e 90, Sally namoraria Kurt Cobain.

LEIA TAMBÉM:

Nova York se despede de ‘Mad Men’ com festas e lágrimas

‘Mad Men’ dá adeus com seu lugar garantido na história

Astro de ‘Mad Men’ encara 30 dias de rehab contra o álcool

Jon Hamm, de ‘Mad Men’, ‘troca’ publicidade por política

“Gostaria de ver Sally crescer. Mover-se através dos anos 1970 e se transformar em uma estrela do rock, uma Joan Jett ou algo assim. Andar de moto e matar um cara. Fazer um monte de dinheiro e, em seguida, tornar-se Oliver Stone na década de 1980. Namorar Kurt Cobain na década de 90. Sim eu assistiria a esse show. Sally através das décadas”, disse Hamm.

Não que o ator seja partidário da ideia de uma sequência ou de um prequel — história ligada à original, mas narrada em um tempo anterior. Hamm apenas sugeriu a saga de Sally por ser instado a falar. Para o ator, o fato de Mad Men ter terminado provocando lágrimas nas pessoas é uma prova de que a história se completou e que qualquer coisa que se conte a partir dela vai ser necessariamente menor.

Recentemente, Breaking Bad, outra série marcante lançada pelo canal pago americano AMC, ganhou um seriado derivado, o Better Call Saul, que tem como protagonista o advogado chave-de-cadeia Saul Goodman, que livrava o traficante Walter White (Bryan Craston) de enrascadas. A nova série está disponível no Netflix Brasil. O último episódio de Mad Men foi ao ar neste domingo, nos Estados Unidos, e na noite desta segunda-feira, no Brasil.