Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

João Pimenta quer agora seduzir consumidor da SPFW

Por Valéria França

São Paulo – Faz cinco edições que o estilista João Pimenta vem conquistando o público especializado na moda com desfiles arrojados. Laços, fitas, volume nas calças e saias de todos os estilos – itens que fazem parte do guarda-roupa feminino – estão sempre presentes na grife masculina desenhada pelo estilista. Sim, ele quer mostrar coisas novas, que saiam do comum, que não estejam ali na vitrine da primeira loja de rua. Mas, nesta edição da São Paulo Fashion Week, ele resolveu deixar a roupa com mais cara de homem.

“Acho que tenho que ser experimental, mas preciso vender roupa”, disse ele pouco antes do desfile na quinta-feira. Isso porque o entusiasmo do consumidor não é exatamente o mesmo da plateia das salas de desfile. “Nessa coleção quase não coloquei saia na passarela. Ela foi usada como um recurso cênico, para dar o clima.”

Pimenta optou por cores mais sóbrias, como o azul marinho e o cinza. “Homem não gosta de roupa clara, principalmente se for calça. Fiz um mocassim de palha para ser usado com bermuda, tenho certeza que vai ter cliente perguntando na loja se não tem na cor preta.”

As calças estão enxutas. Tem modelo skinny. “Resolvi fazer uma roupa para um jovem moderno, que não quer usar um terno que pareça um caixote.” Na boca da calça tem botões para regular sua largura. O blazer segue um corte clássico, porém, um pouco mais acinturado, e com um toque fashion.Há modelo sem gola, e quando tem é bem pequena. “Insisti bastante para que o público masculino aceitasse novas formas de se vestir, mas se o mercado não acompanha, sou eu que tenho de mudar.”